Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/03/2005 13:47

Operação vai combater atuação de falsos pescadores

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Na próxima semana começa em todo o Mato Grosso o Sul a força-tarefa “Operação Cardume” coordenada pela Secretarias de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e Coordenação Geral do Governo, com apoio das policias Militar, Ambiental, Civil. O objetivo é verificar "in loco" a veracidade das informações cadastrais dos pescadores profissionais do Estado. O pescador que não tiver a pesca como atividade econômica principal terá a carteira caçada e sofrerá as punições legais.
Estarão envolvidas 135 pessoas, 22 viaturas e 43 embarcações. A partir de 1º de abril a força-tarefa irá na casa de cada pescador profissional para comprovar se a pesca é a única atividade econômica. Estão cadastrados na Sema cerca de três mil pescadores profissionais, já a Seap (Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca) tem o registro de cinco mil, enquanto na Associação dos Pescadores constam aproximadamente oito mil pescadores profissionais.
Nesta segunda-feira às 17h30, será realizada uma reunião na Governadoria com o secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques, o superintendente de pesca da Sema, Thomaz Lipparelli; o comandante da Polícia Militar, coronel José Ivan de Almeida; capitão César Freitas Duarte da Polícia Militar Ambiental; delegado Fernando Paccielo Júnior da Delegacia Especializada no Combate aos Crimes Ambientais – DECA. O objetivo da reunião é apresentar o planejamento de atuação da Operação Cardume.
O trabalho contará com a participação do Comando Militar do Oeste – 9ª Divisão de Exército, que vai envolver também o Comando da 18º Brigada de Infantaria de Fronteira de Corumbá, o Comando do 9º Batalhão de Engenharia de Combate de Aquidauana e o Comando do 47ª Batalhão de Infantaria de Coxim. A participação do Exército é importante pois a Operação envolve águas internacionais e na Bacia do Alto Paraguai estão concentrados cerca de 90% dos pescadores profissionais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)