Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

29/06/2013 19:03

Ocupação da Câmara de Vereadores de Santa Maria entra no quarto dia

Wellton Máximo, Agência Brasil

Brasília - A ocupação da Câmara de Vereadores de Santa Maria (RS) entrou no quarto dia sem perspectiva de solução. Os parentes das vítimas da Boate Kiss pedem o fim da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a tragédia, que deixou 242 mortos, a exoneração do procurador jurídico da Câmara e a renúncia de três vereadores que integram a CPI.

De acordo com o presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria, Adherbal Alves Ferreira, os manifestantes, que estão no local desde o fim da tarde de terça-feira (25), não deixarão a tribuna enquanto as reivindicações não forem atendidas. “Continuamos a ocupação porque não recebemos nenhuma resposta da Câmara. Existe uma articulação para que a CPI não dê em nada e ninguém se manifestou”, diz.

Segundo Adherbal, o número de manifestantes varia ao longo do dia. Em alguns momentos, chega a 300, mas pelo menos 70 pessoas se revezam na ocupação permanente das tribunas. O plenário é ocupado apenas à noite para os manifestantes montar acampamento. “Durante o dia, o plenário está livre para as sessões. Não queremos atrapalhar o trabalho dos parlamentares até porque esperamos uma resposta deles”, ressalta.

O presidente da associação destaca que a mobilização é ordeira e civilizada. “Passamos aspirador de pó no plenário para fazer uma limpeza simbólica da Câmara”, diz. Segundo Adherbal, o prédio chegou a sofrer pichações provocadas por vândalos de fora do movimento, mas a associação se mobilizou para limpar a fachada do prédio.

A ocupação foi motivada pelo vazamento de uma conversa entre a presidente da CPI, vereadora Maria de Lourdes Castro (PMDB), o vice-presidente, Tavores Fernandes (DEM), e um assessor, que seria o autor da gravação. No áudio, de 42 minutos, eles mostram preocupação de que a investigação possa chegar ao secretário de Relações de Governo e Comunicação de Santa Maria, Giovani Mânica, e ao prefeito Cezar Schirmer.

Os parlamentares também reclamam da mudança de postura da relatora da CPI, Sandra Rebelato (PP). Na gravação, o trio critica a relatora por supostamente pressionar outros integrantes da comissão para que as investigações não dessem em nada. Maria de Lourdes também critica o procurador jurídico da Câmara, Robson Zinn, por se omitir em relação à postura da relatora.

Edição: Talita Cavalcante

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)