Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/08/2005 05:40

O sal aumenta a pressão arterial em todos os hipertensos

Agência Notisa

A hipertensão arterial, principalmente não tratada, por si só causa danos ao rim, o que dificulta a excreção de sódio ao longo da vida.



Durante os últimos 100 anos foram produzidos mais de 20.000 artigos científicos que debatem se o sal seria prejudicial ou benéfico para os hipertensos. Entretanto, Helio César Salgado, professor titular da USP de Ribeirão Preto, e Celso Amodeo, do Instituto Dante Pazzanese, foram categóricos em suas falas no 13º Congresso de Hipertensão: para ambos o sal aumenta sim a pressão nos hipertensos. “Retirar ou diminuir o sal da dieta é a variável mais importante a ser considerada na prevenção das alterações cardiovasculares”, disse Hélio durante o segundo dia do 13º Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão, que termina amanhã em Ribeirão Preto (SP).



Para Celso Amodeo, o Salt Institute dos Estados Unidos, que é formado por um grupo de pesquisadores que apresentam trabalhos que afirmam, inclusive, que o sal seria benéfico para hipertensos, é no mínimo suspeito. “É financiado por empresas de alimentos processados e bebidas que contêm excesso de sal em sua composição. Ao contrário, o National Heart, Lung and Blood Institute condena o sal para hipertensos”, disse.



Segundo Celso, a ingesta de sal irá sempre aumentar a pressão em hipertensos. O que difere é a quantidade utilizada, o tempo de uso e a sensibilidade já que existem os sensíveis e os resistentes ao sal. “Uma experiência em que indivíduos usaram a furosemide (diurético) e ficaram 24 horas sem ingerir sal mostrou que os sensíveis baixaram a pressão arterial em 10 unidades e os resistentes em 5”, disse.



Vale lembrar que em indivíduos normais, o uso excessivo do sal não aumenta a pressão arterial, mas, em longo prazo, seu uso correto pode prevenir o aparecimento da hipertensão. De acordo com Celso, indivíduos de comunidades africanas que culturalmente ingeriam pouco sal, quando mudaram para Nairóbi (capital do Quênia) se tornaram hipertensos após alta ingestão, relacionada à mudança de hábitos. Já para os hipertensos essenciais, não existe negócio. “A partir dos 30 anos de idade os rins começam a reduzir a excreção de sódio, que fica diminuída em 40% aos 80 anos devido às alterações renais que a hipertensão vai provocando”, alterou o pesquisador.



Agência Notisa (jornalismo científico – science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)