Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/02/2006 16:00

Novo recorde de arrecadação, com R$ 43,7 bilhões

Stênio Ribeiro/ABr

A arrecadação de impostos e contribuições rendeu R$ 43,713 bilhões para os cofres da União no mês de janeiro, estabelecendo mais um recorde para o mês, conforme revelou hoje (20) o secretário-adjunto da Receita Federal, Ricardo Pinheiro.

A receita previdenciária atingiu R$ 9,836 bilhões, com aumento real de 9,37% em relação à arrecadação de janeiro do ano passado; os impostos e contribuições administrados pela Receita somaram R$ 31,256 bilhões, 7,25% a mais que em janeiro de 2005; e as taxas e contribuições controladas por outros órgãos somaram R$ 2,620 bilhões, no mesmo patamar dos R$ 2,610 bilhões de janeiro do ano anterior.

Pinheiro disse que a arrecadação recorde espelha a "manutenção dos volumes da atividade econômica e a eficiência da administração tributária". Sem maiores novidades, segundo ele, a não ser o controle fiscal exercido no IPI-Bebidas, em virtude da obrigatoriedade de instalação de medidores de vazão na indústria de cervejas, no segundo semestre do ano passado.

A arrecadação da Receita em janeiro foi 13,37% menor, porém, que no mês de dezembro, em razão das mudanças nos prazos de recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que era semanal e passou a ser mensal, como explicou Ricardo Pinheiro. Contribuiu também, segundo ele, a alteração na forma de apuração do imposto sobre aplicações financeiras (IOF) em fundos de investimentos, que era mensal e agora tem recolhimentos semestrais, em junho e dezembro.

Ele salientou que o Imposto sobre a Renda foi a maior arrecadação da Receita em janeiro, somando R$ 10,894 bilhões (6,66% sobre janeiro de 2005), seguida pela Contribuição para a Seguridade Social (Cofins) com R$ 7,952 bilhões (+ 5,10%), e pela Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) que rendeu R$ 3,035 bilhões no mês (+ 12,69%). Destaque, ainda, para os R$ 2,403 bilhões de contribuição sobre movimentação financeira (CPMF), R$ 2,250 bilhões de Imposto sobre Propriedade Industrial (IPI) e R$ 2,086 bilhões de PIS/Pasep.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)