Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/08/2005 16:54

Novela da dívida rural pode ter fim na 4ª-feira

Famasul Notícias

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, garantiu na última sexta-feira, após o lançamento da Câmara Setorial de Algodão na Bienal de Negócios da Agricultura, em Cuiabá (MT), que nesta semana, mais precisamente na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária Nacional (Copom) trará a decisão final sobre a prorrogação das dívidas rurais dos produtores da safra passada. A rolagem das dívidas de custeio de produtores rurais vencidas e vincendas de junho, julho e agosto, é amplamente esperada pelo setor.


A reunião onde a matéria – fruto de acordo entre os ministros de Agricultura, Roberto Rodrigues e Fazenda, Antonio Palocci – seria apreciada, estava marcada para ocorrer na semana passada, mas foi adiada para a próxima quarta-feira. A medida atende apenas os produtores que tiveram problemas em função de comercialização, e não aqueles que já tiveram prorrogação por conta da estiagem, 3,6 mil operações em Mato Grosso do Sul, totalizando R$ 350 milhões. Os produtores do Estado já estão desistindo da espera e a inadimplência junto ao Banco do Brasil caiu de 11,5% desde o dia 15 de agosto para 5,15% no final da semana passada. A prorrogação é imprescindível para que a liberação de recursos da nova safra avance, já que os inadimplentes estão impedidos de pegar crédito, enquanto não renegociarem as dívidas antigas.



Rodrigues destacou ainda que deve sair finalmente uma decisão sobre os R$ 3 bilhões do Codefat para as revendas renegociarem os débitos com os produtores. O problema na liberação dos recursos estaria ocorrendo, segundo o ministro, porque as indústrias não querem arcar com juros de 5% oriundos da operação de financiamento. A idéia, diante do impasse, é que os próprios produtores assumam estes impostos, que com os 8,75% do crédito normal, chegariam a 15%.



Carta a Lula - O anúncio foi feito após a entrega por parte do presidente da Federação de Agricultura de Mato Grosso (Famato), Homero Alves Pereira, de uma carta endereçada ao presidente Lula, demonstrando a preocupação dos ruralistas com os rumos da política agrícola e da economia brasileira.

Autor:
Correio do Estado-Rural

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)