Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/06/2013 17:50

Nos pênaltis, Espanha vence Itália e enfrenta o Brasil na final

FPF

Na reedição da final da última Eurocopa, Espanha e Itália se enfrentaram nesta quinta-feira (27) por uma vaga nas finais da Copa das Confederações, em Fortaleza (CE). Depois de um empate sem gols em 120 minutos de jogo, a Espanha venceu a Itália nas cobranças de pênalti, pelo placar de 7 a 6.

Logo aos dois minutos, Pedro teve a chance de abrir o placar para a Espanha, mas a bola passou pela linha de fundo. A resposta italiana veio com Giaccherini, que recebeu de Gilardino e bateu longe da meta de Casillas.

A Espanha usava o toque de bola para controlar o jogo e a Itália buscava marcar forte para tentar o ataque. Aos 16, De Rossi cruzou para Maggio aparecer sozinho e cabecear, mas Casillas defendeu.

Os italianos conseguiram aumentar a pressão e buscar o ataque. Aos 35, Giaccherini apareceu pela esquerda e fez o cruzamento, para Maggio novamente tentar o cabeceio, que o goleiro espanhol conseguiu defender quase cara-a-cara com o jogador da Itália.

A resposta espanhola veio com Fernando Torres, que recebeu, tirou Barzagli da jogada e bateu cruzado, mas com a bola indo pela linha de fundo.

Iniesta e Fernando Torres fizeram a tabela e o jogador do Barcelona bateu para a defesa de Buffon, no começo do segundo tempo.

A Espanha tentava manter a postura em campo, mas a Itália tentava ter a posse de bola no campo ofensivo. Iniesta, aos 18, partiu com a bola e tentou o chute, mas sem sucesso.

Marchisio teve a chance de fazer o gol italiano, após troca de passes, mas Piqué apareceu para tirar a bola antes dela entrar no gol. A Espanha respondeu com Pedro, que tentou o chute e viu a bola ir pela linha de fundo.

Os dois times tentaram pressionar nos minutos finais, buscando criar chances, mas sem conseguir evitar a prorrogação.

Jesús Navas, no começo da prorrogação, tentou o chute após rebote de cruzamento na área, mas Buffon fez a defesa. A Espanha iniciou atacando e criando a maior parte das chances de gol.

Jordi Alba aparece na área para completar lançamento de Iniesta, mas mandou pela linha de fundo. A pressão espanhola, apostano no jogo aéreo e na bola parada, continuou durante a etapa inicial da prorrogação, sem sucesso.

Mata, aos três da etapa final da prorrogação, arriscou o chute e a bola passou perto do gol de Buffon. A Itália tentava tocar a bola e criar chances de gol.

Xavi ficou com espaço para arriscar a finalização, Buffon defendeu e Javi Martínez por pouco não fez no rebote. Depois, Jesús Navas bateu cruzado, sem sucesso.

Com o empate no tempo normal, o jogo foi para os pênaltis. Candreva, com cavadinha, abriu o placar para os italianos. Xavi, logo depois, empatou para a Espanha.

Aquilani recolocou os italianos na frente. Na vez espanhola, Iniesta botou no canto do gol de Buffon, igualando novamente o placar.

De Rossi fez o terceiro gol italiano na série de cobranças. Piqué não desperdiçou sua cobrança e deixou o placar novamente igual em 3 a 3.

Pela Itália, Giovinco fez o gol. Sergio Ramos também marcou o gol e o placar continuou empatado na série inicial de penalidades.

Pirlo bateu rasteiro e lento, marcando o quinto gol italiano. Mata marcou para a Espanha, tirando Buffon da jogada e encerrando a primeira série de cobranças em 5 a 5.

Na segunda série de cobranças, Montolivo colocou a Itália na frente do placar. Busquets também fez o seu e a Espanha empatou novamente a série.

Bonucci foi para a cobrança, mas a bola foi muito longe do gol. Jesús Navas cobrou e fez o gol que levou a Espanha à grande final da Copa das Confederações.

A Espanha terá pela frente na final da competição o Brasil, que venceu o Uruguai na outra semifinal.

Ficha Técnica

Espanha (7) 0 x 0 (6) Itália

Local: Arena Castelão, em Fortaleza, Ceará;

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra);
Assistentes: Michael Mullarkey e Darren Cann (ambos ingleses);

Espanha: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi, Iniesta, David Silva (Jesús Navas) e Pedro (Mata); Fernando Torres (Javi Martínez)
Técnico: Vicente del Bosque.

Itália: Buffon, Barzagli (Montolivo), Bonucci e Cheillini; Maggio, De Rossi, Pirlo e Giaccherini; Candreva e Marchisio (Aquilani); Gilardino.
Técnico: Cesare Prandelli.

CA: De Rossi (ITA) e Piqué (ESP)

Pênaltis: Itália 6 (Candreva, Aquilani, De Rossi, Giovinco, Pirlo e Montolivo) x 7 Espanha (Xavi, Iniesta, Piqué, Sergio Ramos, Mata, Busquets e Jesús Navas)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)