Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

17/07/2011 19:35

No mata-mata, Brasil volta para casa e Paraguai continua

Gazeta Esportiva/ Hélder Junior

O Brasil voltou a jogar bem na tarde deste domingo, em La Plata, mas acabou eliminado da Copa América na disputa de pênaltis. Após um empate sem gols no tempo regulamentar e na prorrogação, a seleção de Mano Menezes foi derrotada por 2 a 0 pelo Paraguai nas penalidades. Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred não conseguiram acertar o gol nem da marca da cal.

Dessa forma, o Brasil deixa a Copa América da mesma forma que anfitriã e rival Argentina, desclassificada pelo Uruguai também nos pênaltis. Por sua vez, o Paraguai agora aguarda o vencedor do confronto entre Chile e Venezuela, que se enfrentam em San Juan ainda neste domingo, para saber o seu adversário na semifinal de quarta-feira, em Mendoza.

O jogo - A vitória por 4 a 2 sobre o Equador, na última rodada da fase de grupos da Copa América, resgatou a confiança da seleção brasileira. Recepcionado com os gritos de \"o campeão chegou\", no Estádio Ciudad de La Plata, o time de Mano Menezes tomou a iniciativa de atacar desde os primeiros minutos.

Até um conhecido empecilho de La Plata não parecia incomodar a seleção brasileira. O gramado local continuava ruim, assim como na estreia contra a Venezuela. Desta vez, no entanto, o Brasil conseguia trocar passes com velocidade, sem se importar em soltar areia do campo a cada dividida mais ríspida.

Ao Paraguai, que tinha a sua saída de bola pressionada pelos atacantes brasileiros, restava apostar nos contra-ataques. A torcida argentina até tentou incentivar o time vermelho e azul, exaltando Maradona como \"maior do que Pelé\", mas o goleiro Júlio César só foi incomodado quando seus defensores estavam desatentos na marcação.

A torcida brasileira respondeu, com berros de \"pentacampeão\", e a equipe amarela começou a criar as suas primeiras chances mais claras de gol. Aos 26 minutos, a zaga paraguaia bobeou, Robinho ficou com a bola e passou para Neymar. O atacante do Santos (que despertava gritos histéricos todas as vezes em que aparecia no jogo) chutou para fora, perto do alvo.

Com agilidade - o meia Paulo Henrique Ganso não tinha o mesmo ritmo dos demais -, o Brasil voltou a assustar o Paraguai no final do primeiro tempo. O lado esquerdo do campo era o caminho mais curto para o gol. Por lá, André Santos bateu falta para Lúcio se esticar e obrigar o goleiro Justo Villar a fazer bela defesa. Depois, aos 39, o lateral recebeu lançamento de Ramires e finalizou por cima da meta.

O Paraguai se esforçou para esfriar o jogo no princípio do segundo tempo. Vaiado, Villar demorou a repor a bola já na primeira defesa que fez. O Brasil não se permitiu influenciar pela postura do adversário. Logo aos três minutos, Neymar foi acionado por Pato, deixou um marcador no chão e concluiu errado. Maicon ficou a com a sobra e bateu em cima da defesa adversária novamente.

Como a estratégia de desacelerar a partida não surtiu efeito, o Paraguai passou a também atacar, sob as orientações do técnico Gerardo Martino. A iniciativa abriu mais espaços para o Brasil avançar. Aos 21, até o zagueiro Lúcio se aventurou à frente pela direita, de onde deixou a bola para Ganso chutar no pé da trave, depois de desvio de Villar.

Apesar do bom momento, Mano Menezes decidiu modificar a sua seleção aos 35 minutos. Neymar, que ficou mancando após um lance mais duro, saiu de campo sob vaias para a entrada de Fred. Parte da torcida brasileira reprovou a alteração e chamou o técnico de \"burro\".

Mas não houve tempo para hostilizar Mano Menezes. Na primeira investida com Fred em campo, Alexandre Pato invadiu a área e arrematou em cima de Villar. O próprio atacante ficou com o rebote, desequilibrado, e cabeceou para fora. O Brasil insistiu até o final do tempo regulamentar de jogo - e o Paraguai também, quando tinha espaços para isso -, porém não evitou a prorrogação.

Antes de partida recomeçar, a seleção brasileira se uniu à beira do campo para ouvir as recomendações de Mano. Para quem cobrava mais empenho da equipe, os jogadores voltaram ao jogo com excesso de disposição. O volante Lucas Leiva protagonizou uma confusão com Alcaraz, e os dois acabaram expulsos pelo árbitro argentino Sergio Pezzotta, aos 12 minutos de tempo extra.

Com Lucas e Elano nas vagas de Ganso e Pato, o Brasil pressionou o Paraguai durante todo o segundo período de prorrogação. Já não havia mais organização tática. Robinho e seus companheiros apostaram nas jogadas individuais para findar o confronto antes dos pênaltis, o que não foi possível, e ainda expuseram o time às investidas paraguaias.

Nas penalidades, Elano desperdiçou logo a primeira pelo Brasil. Chutou por cima do gol e foi consolado por seus companheiros. Barreto deu sobrevida à seleção de Mano Menezes ao bater para fora, pelo Paraguai, porém Thiago Silva facilitou a defesa de Villar em seguida. André Santos e Fred também isolaram a bola, e Estigarribia e Riveros conferiram para o classificado Paraguai.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)