Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/04/2009 10:30

Nelson Cintra é cassado pela 3ª vez em Porto Murtinho

Ângela Kempfer, Campo Grande News

Reeleito no ano passado em Porto Murtinho, o prefeito Nelson Cintra (PSDB) teve o mandato cassado por crime eleitoral. A decisão do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) atinge também a vice-prefeita Rosângela Baptista (PMDB) e é referente a denúncia de transporte ilegal de eleitores.

Os dois não devem deixar o cargo enquanto não houver julgamento do recurso impetrado pela defesa.

O prefeito é acusado de fretar ônibus para transportar eleitores de Campo Grande a Porto Murtinho. Pelo crime, ele e a vice terão de pagar multa de R$ 31,9 mil.

Pelo mesmo motivo o ex-secretário de Turismo e Meio Ambiente de Porto Murtinho, Deodival Joyci Quil, foi preso em fevereiro deste ano após prestar depoimento em processo que investiga o crime, acusado de falso testemunho, mas foi libertado semanas depois.

Cheques assinados pelo ex-secretário foram anexados como prova, mas durante o depoimento dele, Deodival se negou a responder perguntas feitas pelo juiz e acabou preso.

Já é a terceira sentença de cassação de Cintra. O prefeito também já havia tido liminarmente o registro de candidatura cassado pelo juiz substituto Caio Márcio de Brito, de Murtinho, que levou em conta as provas apresentadas pela coligação adversária encabeçada por Heitor Miranda (PT). O petista perdeu a disputa no ano passado por 12 votos.

No entanto, o TRE entendeu que não cabia concessão de tutela antecipada em processo eleitoral e ainda argumentou que ao prefeito não havia sido dada a oportunidade ao amplo direito de defesa por Brito.

No dia 16 de fevereiro, o juiz eleitoral de Porto Murtinho, Giuliano Máximo Martins, também decidiu pela cassação, desta vez depois da diplomação de Cintra e da vice. Mas a decisão foi derrubada em seguida.

Cintra também já foi condenado a pagar multa de R$ 10 por ter usado servidores públicos para promoção pessoal como prefeito e produzido boletim de divulgação das ações com o mesmo objetivo. Ele também recorreu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)