Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2011 22:33

Municípios recebem pontes de concreto; veja a relação

Gizele Cruz de Oliveira, noticiasms

Campo Grande (MS) – O governo do Estado deu início à construção de 37 novas pontes de concreto armado, que vão restabelecer o tráfego de veículos, pessoas e da produção agropecuária e tirar do isolamento populações afetadas pelos desastres das chuvas do início deste ano. Ao assinar hoje (5) as ordens de serviços que garantem o começo imediato das construções, o governador André Puccinelli garantiu que os trabalhos vão acontecer em ritmo ágil, para que em seis meses as pontes estejam prontas. A intenção é fazer neste prazo até mesmo as estruturas maiores, como as duas pontes de 108 metros que constam na relação dos projetos.

“Queremos a maior velocidade na execução. Várias empresas estarão trabalhando ao mesmo tempo para darmos agilidade”, garantiu André, que assinou as autorizações juntamente com deputados estaduais e federais e prefeitos dos municípios onde vão ser feitos os empreendimentos.

As pontes vão ser construídas onde houve desastres que destruíram ou danificaram antigas pontes de madeira, em localidades dos municípios de Anastácio, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Caarapó, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Fátima do Sul, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Jaraguari, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Terenos, e o distrito de Paraíso das Águas – veja o mapa.

Somente na implantação dessas novas travessias – definitivas e mais seguras – o Estado vai aplicar R$ 30 milhões obtidos do Ministério da Integração Nacional. Os recursos foram viabilizados porque o governo comprovou a situação de emergência causada pelos desastres e elaborou projetos de qualidade para a reconstrução.

André Puccinelli destacou como fundamental nesse processo o trabalho técnico e eficiente da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS) e da Secretaria Estadual de Obras Públicas e de Transportes (Seop). Disse também que foi importante o apoio da bancada federal e da Assembleia Legislativa para a liberação do dinheiro. “O governador convocou, e nenhum membro da bancada deixou de participar”, lembrou o deputado federal Geraldo Resende. Para o parlamentar estadual Junior Mochi, foi a soma desses esforços, aliada à atuação da Cedec, que está garantindo o início dos empreendimentos tão necessários onde ocorreram os estragos.

Com mais esse conjunto de 37 pontes, o total de novas pontes de concreto construídas pelo atual governo em substituição a estruturas de madeira chegará a cem até o fim do ano.


R$ 110 milhões em investimentos

Do total de R$ 30 milhões, já foram liberados R$ 16,5 milhões, restando ainda R$ 13,5 milhões. Enquanto aguarda o repasse do restante dos recursos federais, o próprio Estado está garantindo em contrapartida o montante necessário para as obras das pontes, segundo o governador.

A construção das novas estruturas de concreto armado é a segunda linha de ação do governo para recuperar os danos das chuvas que assolaram diversos municípios no início deste ano e geraram prejuízos de aproximadamente R$ 110 milhões na infraestrutura viária. Em março, já foram investidos R$ 5 milhões, também captados junto ao Ministério da Integração, no cascalhamento de estradas mais urgentes para o escoamento da safra.

Uma terceira frente de atuação vai acontecer, envolvendo cerca de R$ 80 milhões de recursos próprios do Estado, na melhoria de cerca de 1.680 quilômetros de rodovias estaduais. “Quando solicitamos o apoio do governo federal, pedimos urgência, principalmente, para as pontes, que ilharam muitas pessoas, e dissemos que as estradas nós faríamos. Já reservamos os recursos para recuperar todos os pontos críticos das estradas estaduais”, anunciou Puccinelli. O projeto do governo para o investimento nas rodovias tem como meta garantir as condições de tráfego ao patamar de setembro de 2010.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)