Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/03/2008 18:54

MS:Presidente do TSE acompanha cadastramento biométrico

TSE

Em Fátima do Sul (MS), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Marco Aurélio , verificou de perto o funcionamento do novo sistema de cadastramento de eleitores por leitura biométrica. "Com esse novo sistema teremos a garantia de que um eleitor não votará no lugar de outro nas próximas eleições", disse o ministro na cidade, uma das três que passam pela implantação do sistema biométrico de votação. No município sul mato-grossense, o ministro visitou o local onde é realizado o alistamento dos eleitores e acompanhou a utilização do "Kit Bio" - conjunto de equipamentos de registro de dados biométricos.

O presidente do TSE explicou que o projeto-piloto, que começa por Fátima do Sul, São João Batista (SC) e Colorado D'Oeste (RO), deve ser percebido especialmente pela legitimidade que garante às eleições. Quanto ao prazo para que o sistema biométrico seja implantado no País, inicialmente previsto para dez anos, o ministro Marco Aurélio disse esperar que boa parte do eleitorado brasileiro já esteja cadastrado no sistema para as próximas eleições presidenciais de 2010.

Participação

Para o presidente do TSE, o eleitor brasileiro está acordando para o exercício do direito inerente à cidadania, que é o direito de escolher os seus representantes. "Aqui em Fátima do Sul, percebo que o povo está engajado, que acorre à Justiça Eleitoral contribuindo para o êxito do trabalho do próprio Judiciário", comemora.

Marco Aurélio disse que o povo da cidade sul mato-grossense vive um momento histórico para a Justiça Eleitoral. "O sistema, que vem se somar ao sistema eletrônico de voto, é o aperfeiçoamento do voto ", ressalta.

Próximos passos

O ministro Marco Aurélio explicou que o projeto-piloto servirá para identificar possíveis falhas e necessidades de melhorias. Ele acrescentou, ainda, que daqui para a frente a implantação do sistema depende de regulamentação pelo Congresso Nacional. Além disso, todo o processo, que envolve a adaptação de urnas e dos cartórios eleitorais, precisa de orçamento para ser realizado, que também deve ser aprovado pelo Legislativo. "Vamos precisar adaptar cerca de 450 mil urnas eletrônicas ao novo sistema, a um custo de aproximadamente 100 dólares por urna", lembra o presidente do TSE.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)