Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/03/2010 13:52

MP vai investigar vereadores que recebiam Bolsa Família

Agência Brasil

Os dois vereadores de Alto Paraíso (GO) que estavam inscritos no programa Bolsa Família vão responder a processo administrativo e serão investigados pelo Ministério Público. Apesar de terem um salário de R$ 2 mil, João Vítor Soares (PMDB) e João Ribeiro Marinho (PSDB), conhecido como Bolinha, receberam o benefício durante todo o ano passado.

Os dois não se enquadram nos critérios para participar do programa porque têm renda superior ao necessário. Para ter direito ao Bolsa Família, é preciso uma renda mensal por pessoa de até R$ 140.

João Vítor Soares atribuiu à mulher dele a inscrição no programa e se recusou a dar mais explicações. “Estou recolhendo documentos antes de dar entrevistas”, disse à Agência Brasil.

O vereador Bolinha, que ocupa o cargo de secretário de Saúde do município, também responsabilizou a esposa. Ele disse que, por esquecimento, só em janeiro deste ano que pediu o cancelamento do benefício.

“Quem recebia era a minha esposa. Na época, eu não era vereador, minha renda era de salário mínimo. Quando ganhei a eleição, passou despercebido que continuava recebendo”, afirmou acrescentando, que pretende devolver os R$ 44 mensais que recebeu do Bolsa Família no ano passado.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, órgão que cuida do programa, disse que o benefício pago aos dois vereadores foi bloqueado pelo gestor municipal do Bolsa Família em fevereiro, por eles terem renda per capita acima do critério do programa.

Além do processo administrativo contra os dois, o MDS vai notificar a prefeitura de Alto Paraíso para prestar informações quanto à irregularidade. É com base nesses dados que o ministério faz a cobrança administrativa dos recursos pagos indevidamente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)