Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/08/2004 08:09

Ministro defende revisão da Lei de Crimes Hediondos

Benedito Mendonça/ABr

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, disse ontem que é favorável à revisão da Lei de Crimes Hediondos, que tornou mais severas as punições para crimes graves como tráfico de drogas, seqüestros e latrocínio desde 1990, ano em que começou a vigorar. “Eu acho que nós precisamos saber quanto custa a Lei de Crimes Hediondos para o Brasil, para o sistema prisional e qual é o benefício que ela trouxe”, afirmou.

Para Thomaz Bastos, quando uma lei penal é posta em vigor, o que se espera é que os crimes ali contemplados diminuam pela eficiência que ela mostra. “Ao contrário disso, as informações que se tem é que os crimes elencados na Lei dos Crimes Hediondos aumentaram no Brasil desde que ela entrou em vigor”, disse ele.

Márcio Thomaz Bastos acredita que esse é o momento para promover uma ampla discussão da lei e propor mudanças objetivas. “Não discutir passionalmente. Não discutir dizendo eu sou contra ou eu sou a favor da Lei de Crimes Hediondos, mas dizer o que a Lei de Crimes Hediondos já fez nesses 14 anos em que ela está em vigor. Qual foi o custo dela para o sistema penitenciário. O que ela aumentou de incrementação da construção de quadrilhas dentro do sistema penitenciário e qual foi o resultado, o bônus que ela trouxe”, acrescentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)