Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/02/2006 15:53

Ministério do Desenvolvimento Agrário envia grupo a MS

Humberto Marques / Campo Grande News

O Ministério do Desenvolvimento Agrário envia ainda esta semana representantes a Mato Grosso do Sul, para discutir os resultados das ruas reuniões promovidas na última semana em Brasília com agricultores do sul do Estado, que foram prejudicados pelos focos de febre aftosa que surgiram no último trimestre de 2005.

Uma comissão de produtores da região estiveram com membros do MDA e do Grupo Interministerial de Febre Aftosa, com quem foram debatidos o perdão das dívidas de assentados e agricultores familiares, liberação de recursos emergenciais para os produtores dos municípios incluídos na “zona tampão” da doença (Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã e Mundo Novo), garantia de alimentação para as famílias prejudicadas, liberação de sementes e óleo diesel para agricultores e os baixos preços pagos a produtos como o leite e a mandioca – em decorrência da crise.

Os representantes da União garantiram que as dívidas seriam repactuadas, e que a assistência técnica oferecida pelo Idaterra (Instituto de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul) seria reforçado. Também foi cogitada a criação de um programa especial para recuperação do sistema produtivo nos municípios afetados.

Adilson Nascimento dos Santos, superintendente de Política Agrária do DAS/Idaterra, informou que a equipe deve analisar também a criação de Programa Regional de Recuperação da Economia Local. Segundo a Agência Popular de Notícias, a equipe do MDA chega amanhã à Capital, e, até o fim da semana, deve participar de uma série de encontros para analisar os temas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)