Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/11/2004 16:06

MEC abre Semana da Consciência Negra

ACS / MEC

O Ministério da Educação está empenhado em acelerar a votação do projeto do governo sobre cotas nas universidades no Congresso Nacional. A informação foi dada hoje, 22, pelo ministro interino da Educação, Fernando Haddad, na abertura da Semana da Consciência Negra, promovida pelo MEC.


A intenção do governo é discutir o tema com cautela, principalmente pela existência de mais de 20 projetos sobre reserva de vagas em tramitação no Congresso. Segundo Haddad, o projeto apresentado pelo MEC é abrangente, pois conjuga as questões social e racial. A proposta do governo determina a reserva de 50% das vagas nas universidades federais para estudantes de baixa renda que estudaram em escolas públicas. Haverá, ainda, a reserva de parte dessas vagas para negros e índios, de acordo com o Censo do IBGE. Hoje, 13 universidades públicas já implantaram o sistema de cotas.


A aprovação das cotas é uma das políticas do Ministério da Educação voltadas para a população negra. Outras ações em destaque são: o Programa Universidade para Todos (ProUni), que vai destinar mais de 100 mil bolsas de estudo a alunos carentes, negros, indígenas e portadores de deficiência; a inclusão da questão racial no Censo da Educação de 2004; e a reserva de 20% das vagas do Financiamento Estudantil (Fies) para negros e indígenas, o que corresponde a 10 mil vagas.


A diretora de Ações Afirmativas da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Maria José Rocha Lima, disse que é preciso compreender as diferenças entre os brasileiros, já que 46% da população é negra. “Existe um mito da democracia racial no País que começou a ser combatido de uns anos para cá”, acredita. Segundo ela, os números comprovam a desigualdade. Hoje, apenas 5% dos estudantes universitários são negros e 14,3% da população negra no Brasil têm formação superior.


Programação – A segunda edição da Semana da Consciência Negra vai até o próximo dia 26 de novembro. Serão realizadas manifestações musicais, exposições de fotografia, moda étnica, dança, cinema, debate, coleta de donativos em solidariedade ao Haiti e mesa-redonda sobre os impactos da aplicação do Decreto nº 4.228/02. O decreto determina um percentual de vagas nos setores de decisão do governo para afro-descendentes.


Repórter: Flavia Nery

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)