Cassilândia, Terça-feira, 23 de Julho de 2019

Últimas Notícias

30/03/2015 16:01

Mato Grosso do Sul contratou R$ 1,3 bi de recursos do Centro-Oeste em 2014

Campo Grande News

Mato Grosso do Sul contratou R$ 1,3 bilhão em recursos do (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) no ano passado. O montante representa 23,3% dos R$ 5,7 bilhões disponibilizados para a região. Entre 2015 e 2018, a Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste) espera disponibilizar R$ 26,7 bilhões.

Do montante aplicado em 2014 no FCO, R$ 4,3 bilhões (76,1%) beneficiaram mini, micro, pequenos e pequeno-médios tomadores e R$ 1,3 bilhões (23,9%) beneficiaram médios e grandes.Porém, o setor rural superou o montante de R$ 3 bilhões (53,3%) enquanto o setor empresarial envolveu volume de R$ 2,6 bilhões (46,7%).

Com isso, o saldo de financiamentos do Fundo Constitucional atingiu R$ 20,7 bilhões em 31 de dezembro de 2014, sendo R$ 8,0 bilhões (38,9%) junto ao setor empresarial e R$ 12,6 bilhões (61,1%) junto ao rural.

Segundo o superintendente da Sudeco, Cleber Ávila, a importância do Fundo decorre diretamente das condições favorecidas ou diferenciadas em que o crédito é concedido. “O FCO é um importante instrumento da política de desenvolvimento regional, que gera emprego e renda na região”, observa o superintendente da Sudeco, Cleber Ávila.

O FCO pode financiar volumes em até 100% do valor do investimento; os prazos de amortização podem chegar a 20 anos; e taxas de juros atrativas conforme o setor da economia, a finalidade do crédito e o porte do tomador. Se o tomador pagar a parcela em dia, a taxa de juros pode diminuir 15%.

Projeções - Em 2015, estão previstos R$ 6 bilhões para o FCO em financiamento aos setores produtivos do Centro-Oeste, sendo R$ 1,1 bilhão para o DF, R$ 1,7 bilhão para GO, R$ 1,3 bilhão para MS e R$ 1,7 bilhão para MT. Neste ano, as taxas de juros variam de 4,71 a 12,94%.

“A maior parte dos recursos do FCO vem dos retornos financeiros das operações em curso. Temos uma taxa de inadimplência muito baixa e há uma retroalimentação contínua com o pagamento das parcelas pelos tomadores”, destaca o superintendente Cleber Ávila.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 23 de Julho de 2019
Segunda, 22 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
07:30
Cassilândia
Domingo, 21 de Julho de 2019
17:25
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)