Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/12/2004 09:29

Mantida a decisão que afastou do cargo prefeito

STJ

O prefeito de Cafelândia, na região de Lins (SP), Luís Otávio Conceição de Carvalho (PSDB), vai continuar afastado do cargo. O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Edson Vidigal, não pôde examinar o pedido de suspensão feito pela defesa do prefeito por falta de elementos necessários à verificação de alegações, principalmente cópia da decisão que, em tese, deveria ser suspensa. O afastamento do cargo deveu-se a suspeitas de improbidade administrativa, consistente em falha no processo de licitação para a compra pela Prefeitura, em 2001, de uma pá carregadeira, cujo preço teria sido superfaturado.

A ação cautelar foi proposta pelo Ministério Público (MP) do Estado de São Paulo perante o juízo da vara única da comarca de Cafelândia. Após apreciar o pedido, a juíza concedeu a liminar pedida pelo MP, determinando o afastamento. A defesa do acusado entrou com uma suspensão de liminar no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), mas o presidente negou o pedido. Como o TJSP não se pronunciou sobre o agravo de instrumento interposto em seguida, a defesa recorreu ao STJ.

Segundo a defesa, a decisão do TJSP causa lesão à ordem, saúde, segurança e economia públicas. "À ordem, visto que a pessoa que se encontra no exercício do cargo de burgermeister (burgomestre) não foi eleita para tanto; à saúde, visto que os programas sociais iniciados pelo peticionante se encontram sem solução de continuidade", explica. "À segurança, visto que os cidadãos ficam sem saber se os atos praticados durante a vigência da liminar realmente produzirão efeitos e serão mantidos em face de sua possibilidade real de reversão por esse Egrégio Tribunal; à economia, visto que foram exonerados todos os secretários municipais e servidores em cargo de comissão, nomeando-se outros, circunstância essa que onerou, desnecessariamente, os cofres municipais...", concluiu.

As alegações não puderam ser examinadas. "O requerente deixou de juntar aos autos elementos necessários à verificação do alegado, mormente a decisão que pretende ser suspensa", afirmou o presidente, ministro Edson Vidigal, após a leitura do pedido de suspensão. Assim, à mingua desses elementos, indeferiu o pedido.

Rosângela Maria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)