Cassilândia, Domingo, 19 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

11/11/2017 21:59

Manifestação em local de acidente que matou advogada na Capital pede justiça

G1
Cadeirinha que salvou a vida do filho da advogada Carolina Albuquerque em acidente de trânsito na madrugada do dia 2 de novembro em Campo Grande (MS), foi levada para manifestação neste sábado (11), no local da colisão (Foto: Flávia Galdiole/TV Morena)Cadeirinha que salvou a vida do filho da advogada Carolina Albuquerque em acidente de trânsito na madrugada do dia 2 de novembro em Campo Grande (MS), foi levada para manifestação neste sábado (11), no local da colisão (Foto: Flávia Galdiole/TV Morena)

Uma manifestação pedindo justiça foi promovida na tarde deste sábado (11) no local do acidente que provocou a morte da advogada Carolina Albuquerque, de 24 anos, e feriu o filho dela, de 3 anos, na madrugada do dia 2 de novembro, em Campo Grande. O carro em que os dois estavam foi atingido pela caminhonete dirigida pelo estudante de medicina João Pedro Miranda Jorge, de 23 anos, no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua Paulo Machado, no bairro Santa Fé.

Na manifestação deste sábado (11), a cadeirinha onde o filho de Carolina estava na hora do acidente foi levada para o local. Foi o equipamento de segurança que salvou a vida da criança. O menino de três anos também participou da homenagem com a família.

Nove dias depois do acidente eles pedem justiça. Essa foi a primeira vez que o pai de Carolina, Lazaro Barbosa Machado, voltou até o local do acidente. Uma cruz e rosas foram colocada no local onde os carros pararam depois da batida.

As flores, segundo a família, não simbolizavam apenas uma homenagem a Carolina, mas também um apelo pedindo mais consciência e respeito as leis, além do fim da impunidade de quem comete crimes de trânsito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Novembro de 2017
11:00
Mundo Fitness
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 17 de Novembro de 2017
19:49
Cassilândia
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)