Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/02/2013 07:18

Mais sete ataques são registrados em Santa Catarina

Camila Maciel, Agência Brasil

Florianópolis – Entre a noite de ontem (4) e a madrugada desta terça-feira (5), mais sete ataques foram registrados em Santa Catarina. Nas cidades de Criciúma, no sul do estado, e Itapema, no litoral norte, ônibus foram apedrejados. Além disso, carros e ônibus foram incendiados em cinco cidades. Com isso, sobe para 54 o número de ataques desde que teve início, no último dia 30, a nova onda de violência no estado. As informações são da Polícia Militar (PM).

Em Criciúma, um passageiro do ônibus de transporte coletivo ficou levemente ferido, mas foi socorrido pelo próprio motorista e passa bem, segundo a PM. Em Itapema, houve um ataque contra um ônibus de turismo, alvo de uma pedra arremessada no vidro da frente, mas ninguém ficou ferido.

Em Tubarão, também no sul do estado, uma pessoa encapuzada derramou combustível ao lado de um micro-ônibus. O proprietário do veículo percebeu o início das chamas e usou o extintor, impedindo que o fogo se alastrasse. No município de Ilhota, o ataque ocorreu no pátio onde ficam guardados os carros da prefeitura. Três ônibus foram incendiados. Em Tubarão e Ilhota, ainda não haviam sido registrados ataques.

Em Chapecó, região oeste do estado, quatro homens armados pararam um ônibus, pediram que os passageiros descessem e atearam fogo no veículo. Ninguém ficou ferido, de acordo com a Polícia Militar. Em Joinville, região nordeste de Santa Catarina, os bombeiros foram chamados para apagar as chamas de um caminhão abandonado. Em Itajaí, no litoral norte, uma pessoa de bicicleta teria ateado fogo em um carro.

É a segunda série de atentados em Santa Catarina. As ocorrências tiveram início no Vale do Itajaí no último dia 30. Até agora, a Polícia Militar confirmou 54 ataques, que foram registrados em 18 municípios. Por causa dessa onda de violência, ônibus de transporte coletivo estão sendo escoltados por viaturas da polícia durante a noite.

Em novembro do ano passado, o estado enfrentou uma série de ataques semelhantes que durou cerca de uma semana. Nesse período, a polícia registrou 68 ocorrências, entre elas, 27 ônibus incendiados, em 16 municípios.

Edição: Juliana Andrade

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)