Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

16/05/2018 11:40

Maiores devedoras de MS têm R$ 101 mi em dívidas do FGTS

Correio do Estado

 

Cerca de 7 milhões de trabalhadores no País estão com seus depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) irregulares e só em Mato Grosso do Sul são 3.844 empresas devedoras, segundo dados da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

O montante devido, entre as 15 maiores devedoras do Estado, chega a R$ 101,143,543,12 milhões em dívidas ativas cobradas pelo órgão. No Brasil, o valor do débito chegou a R$ 27,8 bilhões em abril.

Segundo especialistas, as empresa costumam escolher o FGTS como uma das primeiras dívidas a não serem pagas assim que começam a sofrer com dificuldades financeiras. Muitas já se encontram em estado de recuperação judicial ou a empresa já declarou falência, o que tornaria pouco provável que o fundo recebesse o total montante devido.

Em MS, das 15 maiores devedoras, oito são usinas e duas são empresas de atividade hospitalar, além de uma empresa de transporte urbano, uma loja de materiais de construção, uma concessionária de veículos e uma empresa de atividade pecuária.

Quatro companhias estão situadas na Capital e o restante no interior do Estado, em cidades como Sidrolândia, Brasilândia, Naviraí, Coxim, Dourados e Santa Rita do Pardo.

NACIONAL

Segundo levantamento do Portal Uol, dos R$ 27,8 bilhões de dívidas de empresas em todo o País, algumas são de massas falidas de empresas conhecidas, como a Varig, com uma dívida de R$ 820 milhões, e a Vasp, com R$ 160 milhões. As duas lideram o ranking geral.

Dentre as 15 maiores companhias em débito no Brasil, cinco são educacionais. A Associação Sociedade Brasileira de Instrução, dona da Universidade Cândido Mendes (terceiro lugar no geral -R$ 132 milhões), e a Gama Filho (quarto lugar -R$ 130 milhões) são as que acumulam as maiores dívidas no setor.

Na lista, também aparecem grandes empresas multinacionais, como a Vale (sexto lugar, com R$ 105 milhões) ou prestadoras de serviço como a Eletropaulo (oitavo lugar -R$ 91 milhões).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)