Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/08/2012 19:55

Leilão eletrônico tem boa aceitação nas comarcas do Estado

TJMS

Após dois anos da publicação do Provimento n° 211, que disciplinou o leilão eletrônico no Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, o procedimento está sendo bem aceito pelos juízes. Essa é a avaliação do presidente da Comissão Permanente de Alienação Judicial Eletrônica, o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça César Castilho Marques.

A modalidade busca imprimir maior eficácia à realização dos leilões públicos, aumentando a quantidade de participantes, propiciando maior divulgação das praças e leilões e barateando o processo licitatório, dentre outras vantagens.

Tamanha aceitação pode ser vista pela quantidade de lotes colocados à disposição para leilão, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2011 eram 27 lotes e agora são 136 lotes.

O presidente da comissão explica que atualmente o juiz da comarca tem livre arbítrio para escolher entre as duas modalidades de leilão permitidas, a tradicional ou a eletrônica. “Hoje não são mais permitidos leilões mistos”, ressalta.

Após a implantação da modalidade eletrônica no judiciário estadual, a adesão dos juízes foi maciça. De acordo com César Castilho, grande parte dos juízes prefere o leilão eletrônico. “O resultado é positivo e a intenção é melhorar o sistema cada vez mais”, diz.

No início deste ano foi aberto edital de credenciamento para empresas habilitadas ao leilão se cadastrarem. Cinco empresas conseguiram se credenciar, uma a mais que em 2011. O juiz conta que já recebeu a manifestação de outras empresas interessadas no credenciamento, mas que isto será possível apenas no próximo ano, quando será dada a oportunidade novamente.

Para o credenciamento, as empresas, que podem públicas quanto privadas, deverão ser habilitadas antecipadamente. Os interessados devem acompanhar o chamamento pelo Diário da Justiça.

Para a habilitação cada interessado deve elaborar o requerimento dirigido à Comissão Permanente para Gerenciamento da Alienação Judicial Eletrônica de MS, na Corregedoria Geral de Justiça, na Av. Mato Grosso, Bloco 13, Parque dos Poderes, Campo Grande, CEP 79031-902. Os requerimentos podem ser entregues pessoalmente ou por SEDEX.

Gestores credenciados – Atualmente cinco são as empresas credenciadas para realizarem os leilões eletrônicos do Judiciário do Estado.

Na Superbid Judicial estão em andamento 84 lotes, que vão desde sucata de veículo a terrenos rurais. Na Baston Leilões podem ser consultados 35 lotes; no Canal Leilões 14 lotes; e no BidTotal três lotes. Todos podem ser consultados nas páginas das referidas empresas.

Segue a lista das empresas credenciadas:

Maisativa Intermediação de Ativos Ltda - Superbid Judicial
http://www.canaljudicial.com.br/superbidjudicial

Ad Augusta Per Augusta Ltda - EPP
Nome Fantasia: Leilões Judiciais Serrano
CNPJ: 05.358.321/0001-86
http://www.leiloesjudiciais.com.br/

Baston Serviços Digitais Ltda - Baston Leilões
http://www.bastonleiloes.com.br/

Kogawa & Adri Ltda - Canal de Leilões
http://www.canaldeleiloes.com/

Lourdes Aude Leite ME - Casa de Leilões
http://www.casadeleiloes.com.br/externo

Prism Tecnologia e Informação Ltda – ME - Bidtotal
http://www.bidtotal.com.br

Autoria do Texto:Secretaria de Comunicação Social - imprensa@tjms.jus

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)