Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/06/2008 10:22

Leia Amplavião, por Manoel Afonso

Manoel Afonso

SACANAGEM A indignação na Assembléia por conta da venda da Enersul é extensiva a todos nós. Mete-se a mão e sai de cena dizendo “fui”! O consumidor matuta: a sucessora será pior ou melhor que a Enersul?

ARIGATÔ! 100 anos de exemplo, união, trabalho, idealismo, equilíbrio e humildade. Devemos muito aos japoneses. Aprende-se muito com eles! Injusto contar nossa história sem incluí-los. Lição de Vida! Como não gostar deles?

DALADIER AGI Ex-prefeito e ex-deputado de volta do cenário. Candidato do PTB à prefeitura de Paranaíba, concorre com Brachiaria do PDT e Mané Ovídio do PR. PT e PMDB na moita: não definiram as candidaturas.

BELA E RÁPIDA Após emplacar aposentadoria na AL. a ex-deputada Bela saiu do PDT rumo ao PMDB, garantindo a vice de Murilo. Nada a perder – inclusive dinheiro. Se ganhar, tentaria a Assembléia em 2.010.

DOURADOS A eleição mais visada por várias razões: pelos candidatos, clima e pelo histórico político da cidade. E aqui na capital a opinião é uma só: Artuzzi é o que tem menos responsabilidade de vencer. Entenderam?

VANDER Falamos sobre a sucessão na capital. Para ele o ideal seria o PT coligar com o PMDB: mais prático, menos oneroso, mas há resistência da opinião pública, despreparada para a transição acomodando ex-adversários.

NO RETROVISOR você verá um PT que evitou alianças com partidos mais fortes e sempre quis levar vantagem. Campo Grande é diferente de Belo Horizonte e assim o PT caminhará “solito” ou com nanicos. É o preço!

DELCÍDIO Toma o PT de Zeca? André torce! Se ocorrer, qual o caminho dele? Arruma uma boca em Brasília? O senador em vantagem: tem bala na agulha. Mas Zeca é como urutau em árvore: difícil localizá-lo.

BOCUDO Dagoberto faz o jogo de cena e se posa de injustiçado ou traído pelo partido. Faz parte do script. Mas terá andar pelo interior e prestigiar os companheiros candidatos. E ele sabe: terá que ajudar a pagar a conta.

$OCORRO Sempre foi assim: candidatos do interior recorrem aos caciques em busca de ajuda financeira. Alguns ajudam - em parcelas; outros empurram com a barriga e tem gente que só ajuda depois, em caso de vitória.

OS CACIQUES também são vacinados contra a exploração. Através de pesquisas sabem das reais chances de seus candidatos. Sabem mais: candidatos à vereança fazem jogo duplo: pegam dinheiro de vários deputados.


INVESTIMENTO Eleição municipal é a salvação da lavoura para muitos deputados. Com o apoio do prefeito e vereadores, eles serão depositários naturais destes votos lá na frente. Mas é como namorada: tem que cuidar!

NA ASSEMBLÉIA tem aumentado a presença dos políticos do interior. Tenho falado com muitos deles. Cada qual com seu estilo, história ou drama. Alguns deles são experientes, outros ainda estão debutando.

FILHO de peixe...peixinho é? Raro! Nelson Trad e Ramez conseguiram a proeza: herdeiros com luz própria. No país também são escassos os casos. Hereditariedade não é garantia de competência e carisma no jogo do poder.

CORONEL IVAN O deputado adota a discrição como estilo na interlocução entre os companheiros de farda e o Governo. Fiel às propostas responsáveis pela sua eleição, tem bom transito com André. Caminha para a reeleição.

BERNARDO LAHDO Ex-presidente do PL morando na paulista Tupã, onde ganhou uma concessão regional da TV. Globo. Também é sócio em uma emissora de rádio e já tem projetos políticos. Esse é um baita fuçador.

ANTÔNIO JOÃO Novo empresário do setor disputaria o sindicato das confecções como trampolim para disputar a Federação das Indústrias. Só mudou de estratégia para tentar chegar ao poder, do qual não consegue ficar distante.

DIOGO TITA realiza velho sonho: chegar à Assembléia. Vale lembrar ao bom amigo a dica que estreantes afoitos já assimilaram: na Casa experiência conta! E não resolverá todos os problemas da sua Paranaíba.

HEITOR MIRANDA Sonhou até em ser embaixador em Assunção, inspirado talvez em Mário Palmério ( autor de Chapadão do Bugre). Pode? Agora com um projeto mais pés no chão: a prefeitura da “República de Murtinho”.

O CHORO é geral por conta da interpretação da legislação eleitoral quanto ao papel da imprensa neste período. Casos da Veja e “Folha” já multadas. Neste ritmo teremos a volta da censura. Mas e a democracia?

AS PERGUNTAS: O que o Exército foi fazer lá no Morro da Providência? Combater o trafico é da alçada das Forças Armadas? Onde está a tal Força Nacional? Lula vai insistir até quando para eleger seu candidato no Rio?

INFLAÇÃO Lula imagina detê-la só com discursos. O Governo usa critérios políticos para sua avaliação. Não é bem assim. A situação pode caminhar para o indesejável. O cidadão que ganha salário mínimo está chiando.

MINEIRO É IGUAL MUÇUM: ESCORREGA PRA CIMA.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)