Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/09/2015 07:06

Justiça garante exportação de carne apesar da greve de fiscais agropecuários

Juliana Brum, Campo Grande News
Há 5 dias paralisados os produtos de importação e exportação como os grãos já são 70% afetados (Foto - Divulgação)Há 5 dias paralisados os produtos de importação e exportação como os grãos já são 70% afetados (Foto - Divulgação)

Frigoríficos conseguiram manter a exportação de carne, apesar da greve dos fiscais agropecuários, que começou há cinco dias no Estado. As empresas obtiveram mandado de segurança na Justiça para "furar" a paralisação e não suspender a venda para o mercado externo, segundo a divisão de Defesa Agropecuária da Superintendência Federal de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul. Já a venda de grãos ao exterior teve queda de 70%.

A principal reinvindicação dos fiscais agropecuários é a mudança da nomenclatura do cargo de fiscal federal para auditores fiscal federal. Eles também pedem a reposição de 50% no quadro de funcionários.

No Estado, 99% aderiram à paralisação da categoria, segundo o presidente do Sindicato dos Fiscais Agropecuários, André Quirino. "A categoria teve uma reunião com o Governo Federal na última sexta-feira (18) em Brasília, mas sem avanço algum, afinal foi apenas uma tentativa de desmobilizar a greve, porque colocar um mediator que nem sabia do que se tratava as nossas reivindicações. Não há outra saída a não ser tocar a greve," explicou.

Três meses - As demais instituições federais em greve são: INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), IFMS (Instituto Federal Mato Grosso do Sul) e UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul). Nesta última, técnicos administrativos e professores estão em greve há mais de três meses.

Com mais de 80 dias paralisados tanto o INSS quanto o IFMS esperam uma proposta concreta baseada nas contra-propostas apresentadas pelas instituições.

"Estamos nos sentindo 'empacados' já que avançamos nas negociações e esperamos há mais de cinco dias a proposta assinada do Governo que está prorrogando sem colocar no papel o acordo pré fixado. Enquanto isto a greve continua" declarou Anita Terezinha Nunes Borba, 59 anos, integrante do comando de greve.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)