Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

31/01/2014 17:54

Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de matarem policia

TJMS

O juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete, decretou a prisão preventiva de seis acusados de envolvimento no assassinato do Policial Civil Dirceu Rodrigues dos Santos, morto a tiros na noite da última terça-feira (28).

De acordo com o auto de prisão em flagrante, por volta das 22h40, na região do Jardim Campo Alto, os acusados A.G.R. e A.G.R. teriam efetuado disparos de arma de fogo contra o policial Dirceu dos Santos e agredido fisicamente o policial O.F.

O documento afirma ainda que os investigados são acusados também pelo crime de furto e receptação. Além dos dois suspeitos, mais quatro pessoas são acusadas de envolvimento na morte do policial: G. de O. A., acusado também do crime de receptação e de porte ilegal de arma de fogo, R.F.A. e C.F.A., acusados de porte ilegal de arma de fogo e ainda L.H.B.G., acusada do crime de receptação.

De acordo com o juiz, os indícios de materialidade e autoria do crime recaem sobre os acusados. Conforme o magistrado, “De uma análise dos diversos depoimentos e interrogatórios colhidos no auto de prisão em flagrante, tenho como presentes indícios suficientes da participação dos investigados na morte do Policial Civil Dirceu e na agressão ao Policial Civil O.F., ocultação dos pertences do policial vítima de homicídio e da arma de fogo utilizada no crime, bem como na prática dos crimes de furto e receptação que estavam sendo investigados pelos Policiais Civis ora vítimas”.

Desse modo, a prisão preventiva dos acusados deve ser decretada primeiramente pela ordem pública, afirmou o juiz, pois além da grande repercussão social, as vítimas “eram agentes públicos, ou seja, policiais civis que se encontravam no exercício de seus trabalhos, o que causa indignação geral”.

A prisão cautelar, continuou o magistrado, também se faz necessária para assegurar a aplicação da lei penal, pois os suspeitos A.G.R. e A.G.R. ofereceram resistência à investigação, ocultando os pertences do policial civil vítima de homicídio e tentaram fugir, inclusive com a própria viatura policial descaracterizada.

Já os acusados G. de O.A., R.F.A., C.F.A. e L.H.B.G. ocultaram os pertences do policial Dirceu e também a arma de fogo utilizada no crime. Além dos seis acusados, um adolescente também é apontado como suspeito de envolvimento no crime.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)