Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/02/2016 21:06

Juíza afirma que cinco fizeram a prova para o cargo de Juiz(a) Leigo(a) hoje

Redação

Cinco candidatos(as) fizeram a prova para o cargo de Juiz(a) Leigo(a) hoje pela manhã, em Cassilândia, como em todo o Estado. É o primeiro processo seletivo para o cargo, antes de livre nomeação dos(as) juízes dos Juizados Especiais.

O(a) Juiz(a) Leigo(a) faz as audiências preliminares dos Juizados, onde se aplica a composição de danos - acordo em que a pessoa que registrou a ocorrência de crime de menor potencial ofensivo na Delegacia pode ser indenizada por quem supostamente praticou o crime. Outra espécie de conciliação oportunizada nesta audiência é a transação penal, em que o acordo é entre o Ministério Público e quem supostamente praticou o fato, desde que não tenha antecedentes ou outro acordo assim nos últimos cinco anos. Em nenhuma das hipóteses a pessoa fica com antecedentes, nem está assumindo culpa. Na segunda hipótese uma entidade beneficente é quem recebe o dinheiro ou serviço.

O(a) Juiz(a) Leigo(a) faz também as audiências em que se ouvem testemunhas nos processos cíveis dos Juizados, e apresenta ao(à) Juiz(a) responsável um projeto de decisão do caso que se for homologado vale como tal e, se não for, o(a) Juiz(a) dos Juizados julga.

Como se vê, o cargo exige conhecimento jurídico, lisura, boa escrita e certa desinibição e liderança para conduzir as audiências. É por isso que puderam participar apenas advogados há mais de dois anos, com apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais, submetendo-se a prova que optei fosse escrita. Apenas o desempenho em audiência não será avaliado.

De uma maneira geral no Estado, como aqui, o número de candidatos e presença foi baixo. Talvez seja pela remuneração não tão atrativa, considerando-se também que fica impedido de advogar nos Juizados, ou talvez as pessoas não queiram se submeter a provas, já que há quem já tenha manifestado interesse e não se inscreveu.

Seja como for, a ideia é dar oportunidades a mais pessoas, mais igualdade e transparência nas razões da escolha, valorizando não o bom relacionamento, mas o mérito de cada um. Deram um passo à frente hoje, portanto, os Juizados Especiais de nosso Estado.

Informações de Luciane Buriasco Isquerdo, Juíza dos Juizados Especiais de Cassilândia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)