Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

12/11/2012 06:40

Japão retoma buscas por 2.500 desaparecidos em terremoto ocorrido há 20 meses

Renata Giraldi*, Agência Brasil

Brasília – Após 20 meses do terremoto seguido por tsunami no Nordeste do Japão, as autoridades do país retomaram a busca intensiva dos corpos de mais de 2.500 pessoas desaparecidas na tragédia. A polícia e a guarda costeira das províncias de Iwate e Miyagi comandam as operações. Pelos dados da polícia do Japão, a tragédia deixou 15.873 mortos e 2.768 desaparecidos. A maior parte das vítimas era moradora de Miyagi e Iwate, além de Fukushima.

Em Fukushima, a situação se agravou em decorrência de explosões e vazamentos radioativos na usina nuclear que fica na região. Mais de 80 mil pessoas foram retiradas da área devido aos elevados níveis de radiação.

O terremoto e o tsunami causaram uma crise no Japão, obrigando as autoridades a providenciar abrigo para cerca de 340 mil pessoas. A tragédia destruiu mais de 393 mil casas e deixou 27,5 milhões de toneladas de escombros.

Na tentativa de recontruir o país e ajudar as vítimas, o governo aprovou quatro orçamentos extraordinários, no valor de 190 mil milhões de euros. A Tepco, empresa gestora da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, indicou que os custos do acidente podem ser superiores a 96 bilhões de euros.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Edição: Graça Adjuto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)