Cassilândia, Terça-feira, 28 de Março de 2017

Últimas Notícias

17/08/2013 10:00

Incêndio causa pânico e família perde tudo, de documentos a fogão

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News
Fogo destruiu casa com três cômodos e quase atingiu outros barracos (Foto: Marcos Ermínio)Fogo destruiu casa com três cômodos e quase atingiu outros barracos (Foto: Marcos Ermínio)

Um incêndio, na manhã deste sábado (17), causou pânico entre os moradores da Favela Cidade de Deus, ao lado do lixão no macro anel viário de Campo Grande, e destruiu um barraco. A família do pedreiro Manoel Pinheiro Arruda, 52 anos, perdeu tudo, de dinheiro, documentos até máquina de lavar, geladeira, roupas, fogão e camas.

O fogo começou às 7h30, quando praticamente toda a família tinha saído de casa. Só a filha do casal, Najara Pereira da Silva, 23 anos, dormia quando o incêndio teve início. Bastante assustada e abalada com a tragédia, ela contou que ouviu um estrondo e, logo em seguida, o fogo tomou praticamente todo o barraco de três cômodos.

Ela teve até o cabelo chamuscado pelas chamas. “Foi muito rápido”, relatou a jovem, que não teve tempo de salvar nada dentro da casa. O pedreiro, que foi avisado por telefone, voltou às pressas e só conseguiu salvar os documentos que levou no bolso para o trabalho. Ele saiu de casa às 6h30.

A esposa, Nazaré Pereira de Moura, 43 anos, tinha acabado de sair com o filho, Gabriel, 4 anos.

Cerca de 100 pessoas se revezaram com baldes e tambores para apagar o incêndio e evitar que as chamas atingissem outros barracos na favela. A nora do casal, Leidiane Ortiz Martinez, 20 anos, teve parte do barraco ao lado atingido pelo fogo e conseguiu escapar com o filho, um bebê de seis meses, pela janela.

Apesar do fogo ter atingido a parede, o barraco não foi destruído. “Parecia um formigueiro humano”, relatou a vizinha, Katiele dos Santos Pereira, 23 anos, que viu a mobilização dos moradores para salvar a família. As pessoas estavam desesperadas.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local quando o fogo já tinha destruído o barraco da família Arruda. Eles apenas fizeram o rescaldo. A corporação suspeita que o fogo começou na cozinha.

“Novinho” – O pedreiro contou que tinha concluído a reforma do barraco há pouco tempo. No entanto, a família ficou sem teto.

Este sábado, a família deve pernoitar na casa de amigos. Manoel já adiantou que vai construir outro barraco para abrigar a família.

Moradores da Favela Cidade de Deus já marcaram protesto na segunda-feira, a partir das 8h, em frente à Prefeitura de Campo Grande. Eles vão cobrar do prefeito Alcides Bernal (PP) o cumprimento da promessa de dar uma casa para as famílias da favela, que fica ao lado do lixão e abriga famílias carentes.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)