Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/03/2004 14:26

Imobiliárias têm até 31 para entregar declaração

Receita Federal

As imobiliárias e administradoras de imóveis têm até dia 31 deste mês para entregar a Dimob (Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias). A obrigatoriedade vale também para construtoras ou incorporadoras que atuam no setor imobiliário.

O coordenador-geral de Fiscalização, Marcelo Fisch, diz que a Receita identificou várias empresas que estariam obrigadas a entregar a Dimob em 2003, mas que até agora não cumpriram as exigências. A Receita chegou a essa constatação depois de cruzar informações disponíveis nos sistemas internos.

Os dados da Dimob estão sendo utilizados para detectar divergências entre as informações fornecidas pelos contribuintes por meio da Declaração de Imposto de Renda com as operações realizadas de fato no mercado imobiliário. O objetivo é descobrir, principalmente, a omissão de rendimentos e a variação patrimonial.

A empresa que deixar de apresentar a declaração ou entregá-la fora do prazo estará sujeita ao pagamento de multa mínima de R$ 5 mil por mês-calendário. Em caso de omissão ou informação de dados incorretos ou incompletos, a empresa pagará multa de 5% sobre o valor das transações.

A Dimob foi criada em fevereiro do ano passado para identificar as operações de venda e aluguel de imóveis. A Receita quer saber, por exemplo, a data, o valor da transação e a comissão paga ao corretor. No ano passado, a Receita recebeu mais de 22 mil declarações.

Outras declarações – No dia 31, termina também o prazo de entrega de outras declarações, como a Derc (Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais) e o Dacon (Demonstrativa de Apuração de Contribuições Sociais).

A primeira declaração deve ser entregue por órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta e indireta que contratarem consultorias e serviços técnicos especializados, no âmbito de acordos e instrumentos congêneres de cooperação técnica com organismos internacionais celebrados nos termos do Decreto nº 3.751, de 2001.

O segundo documento deverá ser apresentado obrigatoriamente pelas empresas sujeitas ao regime de incidência não-cumulativa da Contribuição para o Pis/Pasep e da Cofins. Os programas geradores desses documentos estão disponíveis no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br).

Assessoria de Imprensa da SRF

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)