Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/08/2014 17:50

IBGE divulga a população dos municípios: Sidrolândia e Chapadão cresceram mais

Outros 13 municípios perderam habitantes entre o ano passado e 201

Campo Grande News

A população encolheu em 13 municípios de Mato Grosso do Sul, ficou exatamente igual em um e cresceu em 65, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (28) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No entanto, a taxa de crescimento foi expressiva, acima de 2%, em nove cidades do Estado.

O maior crescimento populacional foi registrado por Sidrolândia, a 70 quilômetros da Capital. No município, que conta com uma dezena de assentamentos e tem como base a agricultura de soja, o número de moradores teve aumento de 3,5%, de 48.027 para 49.712.

Chapadão do Sul, a 321 quilômetros da Capital, viu a quantidade de habitantes crescer 3,25%, o segundo maior do Estado. De acordo com o IBGE, a população local passou de 21.257 para 21.948 moradores entre 2013 e este ano. A região tem a economia baseada na produção de soja e algodão e vem recebendo investimentos da agroindústria.

O terceiro maior aumento, de 3,15%, foi registrado por Nova Alvorada do Sul, a 105 quilômetros de Campo Grande. A população local chegou a 19.086 habitantes, contra 18.503 em 2013. A cidade vem recebendo investimentos da usina de etanol e açúcar, que vem investindo para processar 6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano.

Completam o ranking das cidades com crescimento significativo: Sonora (2,87%), de 16.543 para 17.019 habitantes; Terenos (2,59%), de 18.942 para 19.434; Maracaju (2,43%), de 41.099 para 42.104; Corguinho (2,15%), de 5.289 para 5.403; Rio Brilhante (2,15%), de 33.362 para 34.078; e Paraíso das Águas (2,12%), de 4.494 para 5.047.

Em Mato Grosso do Sul, a partir deste ano, sete cidades contam com mais de 50 mil habitantes. Pela primeira vez, Naviraí, a 366 quilômetros da Capital, teve crescimento populacional de 1,73% neste ano e chegou a 50.692 habitantes. No ano passado, o município tinha 49.827 moradores.

Outra cidade a integrar o seleto grupo foi Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande, que teve crescimento de 1,84%, de 49.104 para 50.010.

Antes, o grupo era formado pela Capital (843.120 habitantes), Dourados (210.218), Três Lagoas (111.652), Corumbá (108.1010) e Ponta Porã (85.251).


Perda – Outros 13 municípios perderam habitantes entre o ano passado e 2014. Novo Horizonte do Sul continua perdendo habitantes desde que atingiu o ápice após ser transformada de assentamento em município. Localizada a 329 quilômetros a Capital, a cidade teve redução de 3,03%, a maior queda no Estado, segundo o IBGE, de 4.581 para 4.442 habitantes.

Também perderam habitantes os municípios de: Bodoquena (-0,51%), de 7.979 para 7.938; Brasilândia (-0,16%), de 11.943 para 11.923; Camapuã (-0,13%), de 13.770 para 13.751; Fátima do Sul (-0,10%), de 19.260 para 19.240; Glória de Dourados (-0,16%), de 10.025 para 10.008; Guia Lopes da Laguna (-0,73%), de 10.287 para 10.211; Inocência (0,31%), de 7.711 para 7.687; Jateí (-0,17%), de 4.051 para 4.044; Nioaque (-0,51%), de 14.379 para 14.305; Pedro Gomes (-0,73%), de 7.908 para 7.850; Rio Negro (-0,80%), de 4.989 para 4.949; e Sete Quedas (-0,20%), de 10.876 para 10.854.

Destaque curioso é a cidade de Taquarussu, a 332 quilômetros da capital que não obteve aumento no número de habitantes em relação ao ano de 2013.

 

Chapadão do Sul ultrapassou Cassilândia. Clique aqui para ver a população de todos os municípios de MS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)