Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/06/2006 15:06

IAGRO deposita R$ 378 mil no FESA

Famasulnews

O diretor-presidente da Iagro Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro/MS), João Cavalléro, afirmou ontem que o órgão depositou R$ 378 mil à Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), gestora do Redsa (Reserva Estratégica para Defesa da Saúde Animal de MS) – antigo Fundo Emergencial para a Defesa da Saúde Animal de Mato Grosso do Sul (Fesa/MS).



Notícia publicada na edição de domingo (25/6) do Correio do Estado mostrou que o Governo do Estado mantinha arrecadação de recursos por meio das taxas da Iagro/MS, mas, desde janeiro, interrompeu o repasse de 20% dos recursos destinados à Redsa, criado para indenizar produtores que tiveram animais sacrificados em caso de emergências sanitárias. Segundo a Funar, o repasse do Governo para a Reserva deveria girar em torno de R$ 100 mil por mês, o que garantiria caixa de pelo menos R$ 600 mil nos seis primeiros meses deste ano.



Sem os recursos, a fundação não tinha os R$ 185.585,50 necessários para indenizar os dois últimos produtores de Japorã e Mundo Novo que tiveram animais sacrificados, em decorrência da confirmação de focos de febre aftosa na região desde outubro de 2005. O depósito realizado ontem pela Iagro deve possibilitar a conclusão das indenizações de responsabilidade do Redsa. Outros seis processos indenizatórios que têm pendências judiciais tramitam na Superintendência Federal de Agricultura (SFA/MS).


Autor: Imprensa - Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)