Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/10/2006 11:55

História da Stock no Brasil

stockcar.com.br

O dia 22 de abril de 1979 pode ser considerado um marco na história do automobilismo brasileiro. Nesta data aconteceu a primeira prova do Campeonato Brasileiro de Stock Car, realizada no Autódromo de Tarumã, no Rio Grande do Sul. A criação da categoria foi a melhor resposta a um antigo anseio de uma comunidade apaixonada por carros de corrida: uma categoria de Turismo que unisse, para os padrões da época, desempenho e sofisticação.

Um regulamento foi criado para limitar os custos, procurando equilíbrio, sem comprometer as performances dignas das competições internacionais. A primeira prova contou com a presença de 19 carros, todos do modelo Opala com motores de seis cilindros. A pole position da estréia foi do carioca José Carlos Palhares, o Capeta. Ele fez o tempo de 1min23s00. A prova foi vencida por Affonso Giaffone.

Na época, o piloto retornava ao automobilismo brasileiro depois de uma passagem pela Fórmula-1, onde defendeu a equipe Copersucar-Fittipaldi. Ingo Hoffmann, doze vezes campeão da Stock, passou a dominar a categoria no final da década de oitenta, quando conquistou os títulos de 1989 a 1995.

Nestas temporadas aconteceu um sem número de ultrapassagens, grandes duelos e festas repletas de emoção. Nesses anos todos foram centenas de corridas pelos autódromos do Brasil. A grande consagração da categoria aconteceu em 1982, quando duas provas foram realizadas no Autódromo de Estoril, em Portugal.

A temporada de 2005 também entrou para a história da Stock Car. Além de a categoria ter se tornado multimarca - pela primeira vez os Mitsubishi-Lancer correram ao lado dos Chevrolet-Astra -, no dia 30 de outubro 40 carros da Stock Car V8 realizaram uma inédita corrida fora do Brasil valendo pontos para o campeonato. Foi uma rodada ao lado da TC2000, a principal categoria argentina e que no mês de julho tinha corrido em Curitiba. O Autódromo Oscar Gálvez recebeu um público de 70 mil pessoas. Giuliano Losacco foi o vencedor da prova com Mateus Greipel em segundo e Luciano Burti em terceiro lugar.

O ano de 2006 teve mais novidades. Além de a corrida da Argentina ter sido mantida no calendário, a Stock Car V8 recebeu a terceira marca. O Volkswagen-Bora passou a ser a carenagem de dez carros da principal categoria do automobilismo da América Latina.

Nesses anos todos aconteceram várias trocas de carenagens. Veja as mudanças da categoria desde o início:

Opala – 1979 a 1986
Carenagem Caio/Hidroplas – 1987 a 1989
Protótipo Opala - 1990 a 1993
Omega – 1994 a 1999
Vectra – 2000 a 2003
Astra Sedan - 2004
Astra Sedan e Mitsubishi Lancer – 2005
Astra Sedan, Mitsubishi Lancer e Volkswagen Bora - 2006

Stock Car Light

Em 1993, foi criada a Stock Car Light com o objetivo de facilitar o acesso aos estreantes na Stock Car. Alguns pilotos passaram pela categoria, entre eles: Giuliano Losacco, Cacá Bueno, Thiago Marques, Carlos Col (hoje organizador e promotor do Campeonato Brasileiro de Stock Car), Mateus Greipel, Luis Carreira Jr., Diogo Pachenki, Pedro Gomes, Guto Negrão, Alceu Feldmann, Nonô Figueiredo, David Muffato, Fábio Carreira entre outros.

Em 2003 aconteceu a troca dos Ômega pelos mais modernos Astra. Na temporada de 2004 os Stock Light ganharam os motores V8 com menos potência do que os Stock V8: 350 cavalos contra 450 HP da mais tradicional categoria do automobilismo da América Latina.

Stock Jr.

Criada em 2006 para receber jovens saídos do kart e que buscavam iniciar na Categoria Turismo, a Stock Jr. também tem como objetivo alcançar pilotos experientes que não se profissionalizaram. Os carros têm motor Yamaha com 130 cavalos de potência e câmbio sequencial de cinco marchas. Serão 24 provas, mas os pilotos só pontuam em 12 e os carros podem ser divididos entre dois ocupantes. Tudo foi feito para a Stock Jr. ser uma categoria barata, pois os mecânicos serão da própria ZF, empresa gerenciadora da categoria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)