Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

27/05/2004 14:38

Governo Federal vai adquirir terras em MS

Ana Lúcia Ribeiro

As emissões de Títulos da Dívida Agrária (TDA's) autorizadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em 2004 já são suficientes para a desapropriação de 108 mil hectares de terras no País. A marca dos 100 mil hectares foi ultrapassada na primeira quinzena de maio com a autorização, à Secretaria de Tesouro Nacional, para a emissão de mais R$ 16,7 milhões em TDA's para fins de reforma agrária. Essa nova remessa de títulos destinou-se a uma área de 24,3 mil hectares. Ao todo, o valor das emissões com essa finalidade atingiu R$ 106,9 milhões.

Os imóveis para os quais foi realizada a última emissão estão nos estados da Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo. Outros R$ 6,3 milhões, em dinheiro, serão usados para a indenização das benfeitorias encontradas nessas propriedades. Com os novos recursos, os valores para a indenização de benfeitorias em 2004 totalizam R$ 20,9 milhões.

O primeiro lote de TDA's, orçado em R$ 48,2 milhões, foi enviado à Secretaria do Tesouro Nacional em março deste ano. Esses títulos serviram para a desapropriação de 27 áreas nos estados da Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Espírito Santo, São Paulo e Minas Gerais. O segundo lote, no valor de R$ 41,8 milhões, foi encaminhado no final de abril e é relativo à desapropriação de 15 imóveis nos estados do Ceará, Goiás, São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Piauí, Pernambuco e Distrito Federal.

Após o empenho, os recursos dos TDA's ficam disponíveis como valores pagos no orçamento do Incra entre 15 e 20 dias. Nesse último lote, o Ceará respondeu pela maior área, com 5.798 hectares de uma única fazenda, a Quixeramobim. Em segundo, vem o Rio Grande do Norte, com 4.949 hectares das fazendas Diamantina, São João, Sítio Riacho Grande e Riacho Grande, Espírito Santo I e III e Fazenda Alagoinha. O número de famílias por hectare é variável e atende a critérios como localização, qualidade da terra, relevo e hidrografia.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)