Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/07/2011 16:48

Governo de MS lança até setembro concursos para a Educação

Marta Ferreira, Campo Grande News

O governo de Mato Grosso do Sul deve lançar, até setembro, editais para concursos na área da Educação, com vagas para professor e para funcionários administrativos.

Essa foi uma das definições de reuniões feitas ontem e hoje entre sindicalistas que representam a categoria e representantes da Secretaria de Educação, da Secretaria de Administração e da Procuradoria Geral do Estado. Na próxima semana, uma nova reunião sobre o assunto deverá ocorrer, dessa vez com o governador André Puccinelli (PMDB).

Em debate está o aumento do pessoal concursado na área e também a reformulação do PCC (Plano de Cargos e Carreiras) da Educação, por meio de uma lei que vai alterar o Estatuto do Magistério, criado no ano 2000.

Conforme o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhos em Educação, Roberto Botareli, mais de 90% dos pontos discutidos para a mudança da lei já estão acertados, mas falta a parte que implica em gastos para o governo.

Uma das alterações defendidas pela Fetems é em relação aos adicionais pagos aos professores que tem pós-graduação. Hoje, explica Botareli, um professor que tem mestrado ganha o mesmo que um professor com doutorado, pois não há acréscimo para os professores que atingem essa formação. “Nós defendemos que esse profissional que tem doutorado seja beneficiado pelo esforço de capacitação”.

Outra mudança proposta é incentivo financeiro para quem dá aula em áreas de difícil acesso. O valor pago a mais atualmente é o mesmo, independentemente da distância percorrida pelo professor, o que a Fetems não concorda.

A Federação também quer incluir no Estatuto os servidores administrativos, que são regulados por uma regra à parte.

Na próxima reunião sobre o assunto, deve ser fechado um texto comum, a ser encaminhado para aprovação pela Assembleia Legislativa.

Vagas-Quanto aos concursos, ainda vai ser definida a quantidade de vagas oferecidas. O concurso para professor deve ter edital publicado em agosto e que vai selecionar administrativos em setembro.

O governo, conforme Botareli, propôs realizar as seleções em lotes. Seriam quatro até 2014 para professor.

A rede estadual de ensino tem 17 mil professores, dos quais 7 mil são convocados. No setor administrativo, são 3 mil servidores e são necessários, nas contas da Fetems, pelo menos mais mil profissionais na administração das escolas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)