Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/12/2008 09:52

Governo atende empresas e alonga prazo de recolher ICMS

Fernanda Mathias e Paulo Fernandes, Campo Grande News

O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou nesta manhã três medidas que serão adotadas no pacote anti-crise em Mato Grosso do Sul. Uma delas atende parcialmente reivindicação do setor empresarial e alonga em 10 dias o prazo para as empresas de todos os setores da economia recolherem o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Os empresários haviam pedido 15 dias a mais.

A intenção é com esta medida aumentar o fluxo de caixa das empresas. Puccinelli disse que 99% dos contribuintes serão atingidos, citando os grandes como a Petrobrás, as empresas de telecomunicações e o setor energético.

A antecipação do 13º salário dos 60 mil servidores estaduais para o dia 12 de dezembro, ao invés de 20, foi outro pedido atendido. Neste caso, o que se pretende é estimular o consumo e manter a economia aquecida.

Segundo Puccinelli, neste fim de ano o benefício natalino dos servidores soma R$ 190 milhões bruto. Amanhã os salários dos servidores serão depositados.

O presidente da Fiems e do Comitê contra a Crise, Sérgio Longen, que estava na reunião onde foram feitos os anúncios, disse que as medidas devem ajudar o setor empresarial.

O pagamento dos servidores já no 1º dia do mês, que era previsto para ocorrer a partir de janeiro, deve começar apenas em fevereiro. Durante a reunião desta manhã, na Governadoria, Puccinelli se dirigiu ao secretário da Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto perguntando se o pagamento no 1º dia útil não poderia ser feito a partir de janeiro e o secretário balançou negativamente a cabeça.

Segundo Puccinelli, a arrecadação caiu de outubro para novembro, após atingir recorde. O governador disse que a arrecadação referente a outubro somou R$ 406 milhões e caiu a R$ 371 milhões no mês passado. Ele atribui a queda à crise e diz que na série histórica dos últimos 10 anos não havia acontecido de a arrecadação de novembro ser inferior a de outubro. “É a recessão e Deus nos acuda se isso acontecer aqui”, disse o governador.

Puccinelli lembrou que o governo reduziu pautas fiscais e alíquotas do ICMS para incentivar vários setores e não soube informar se a queda da arrecadação pode refletir o incentivo fiscal. O setor frigorífico foi um dos incentivados, com redução de 50% na alíquota do ICMS para operações internas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)