Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/11/2014 10:15

Gasolina já está mais cara e consumidor reclama do reajuste

Campo Grande News

O preço dos combustíveis já está mais caro em Campo Grande e o campo-grandense que abasteceu nesta manhã não poupou nas críticas contra o governo. O aumento anunciado ontem pela Petrobras é de 3% para a gasolina e 5% para o diesel. Com isso, o preço médio da gasolina que esteve em R$ 2,999 pode chegar a R$ 3,088 e o do diesel s500 que estava em R$ 2,70, pode ficar em R$ 2,83, enquanto o diesel s10 que saia a R$ 2,90, com o reajuste ficará em torno de R$ 3,04.

De acordo com o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul) até segunda-feira (10) o preço deve estar reajustado em todos os postos das cidade, mas por enquanto não é possível saber quais serão preços médios, pois cada posto de combustível tem liberdade para defini-los de acordo com a concorrência.

Como o reajuste é para as refinarias, os postos de combustíveis que ainda têm estoque não precisam aumentar os preços até a próxima compra junto aos distribuidores, mas alguns revendedores já aplicaram reajuste na manhã de hoje, sem dar tempo ao consumidor que soube do aumento ontem à noite pelos jornais.

Até mesmo o etanol que não teve reajuste anunciado amanheceu mais caro em alguns postos. No Posto Gueno Avenida, os clientes já lamentam o preço de R$ 3,049 da gasolina e R$ 2,939 do diesel. O etanol, por sua vez, que era encontrado a R$ 2,040, chega a R$ 2,099. “Eu vi ontem na TV as notícias do reajuste. Não tem razão para subir o preço, mas nós sabemos que nada está no preço normal. Agora, as promessas de campanha já ficaram para trás”, diz a professora Elizabeth Dalbianco, 70 anos, que atribui o reajuste à má gestão do Governo Federal.

Alguns clientes tiveram mais sorte nas primeiras horas do dia e abasteceram em postos que ainda não aplicaram reajuste. No posto Aliança, a gasolina está a R$ 2,999, o diesel a R$ 2,879 e o etanol a 2,109. Mas os preços devem continuar assim por pouco tempo, segundo o encarregado Evaldo Rosário.

“O pessoal já chega aqui perguntando quanto subiu, mas ainda não foi definido nada. Assim que a direção resolver o preço já aumenta na mudança de turno. A partir das 14h, pode ser que o preço já seja outro, mas não está nada certo ainda”, explica.

Alguns consumidores ponderam nas críticas ao reajuste. “A gente gostaria que não tivesse aumento, claro, mas acho que um pouco é exagero das pessoas reclamar tanto, porque é menos de dez centavos”, diz o técnico de equipamentos, Patrick Lima, 23 anos.

Motivo – Segundo o supervisor técnico do Sinpetro, Edson Lazaroto, o reajuste já era esperado para recuperar as finanças da Petrobras, que enfrenta defasagem financeira. “O ministro sempre explica que o Brasil estava importando gasolina a um preço, não estava repassando o preço no mercado interno e a Petrobras ficou com déficit”.

A diferença entre o preço do mercado internacional para o interno é de 9,8 %, segundo Edson. Na previsão do Sinpetro, mais um reajuste deve ocorrer nos primeiros meses do ano que vem. “No ano passado teve dois reajustes e esse ano teve um, então já era previsível que teria esse agora e ainda outro ano que vem, mas isso a gente nunca sabe”, comenta.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)