Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/10/2009 15:41

Furtos de veículos crescem 53%; vítima decide andar a pé

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

O roubo e furto de veículos teve crescimento de 53% neste ano em Mato Grosso do Sul, conforme levantamento divulgado na semana passada pela Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública). Se for considerar apenas o terceiro trimestre, no período de julho a setembro, o número de vítimas dos bandidos cresceu 58% na Capital e no interior.

No último trimestre, o número de veículos arrastados pelos criminosos somente em Campo Grande cresceu 64%, de 282 carros e motocicletas em 2008 para 463 no mesmo período deste ano.

A situação é mais crítica de for considerar o impacto do furto e roubo na vida das vítimas. Este é o caso do funcionário público, ator e dançarino de rua, Paulo César da Silva Baptista, o Paulo do Radinho, 50 anos, que teve três motocicletas levadas pelos bandidos nos últimos nove anos.

“Não tenho mais vontade de comprar moto”, comentou Paulo do Radinho, que está a pé desde março deste ano, quando os assaltantes atiraram contra ele para roubar a motocicleta Honda, cinza, placas HQW-9906, em março deste ano.

Ele voltava das Moreninhas, na saída para São Paulo, quando os bandidos lhe alcançaram e anunciaram o assalto na Avenida Gury Marques, próxima da rotatória com a Avenida Interlagos, dando dois tiros. Quitada, a motocicleta tinha nove mil quilômetros rodados. “Sinto-me mais seguro com a cara aberta do que com capacete”, comentou.

Mais duas – Paulo do Radinho foi vítima dos ladrões em quadro ocasiões. Esta motocicleta foi furtada pela primeira vez em janeiro deste ano. Os ladrões levaram da Rua 13 de Maio, no centro, em frente ao seu apartamento.

Dois meses depois, policiais recuperaram o veículo e o entregaram à vítima, que acabou perdendo em março deste ano, quando foi vítima do primeiro assalto da sua vida.

Outras duas motocicletas ele perdeu em furtos. O primeiro furto foi de uma motocicleta Titan, ano 99, no dia dos Namorados de 2000. Ele deixou a moto estacionada na Avenida Afonso Pena, esquina com a Rua Bahia, para ir ao médico. Quando voltou, não encontrou mais o veículo.

A segunda motocicleta foi furtada em fevereiro de 2007, quando Paulo do Radinho deixou a motocicleta estacionada na Avenida Afonso Pena em frente ao Shopping Campo Grande e foi tomar um café. Bastou 30 minutos para ele perder o a segunda motocicleta. Em nove anos, Paulo do Radinho perdeu três motos e só deverá comprar outra no próximo ano.

Estatística - Conforme a Sejusp, 2.336 veículos foram furtados ou roubados neste ano em Mato Grosso do Sul, aumento de 53% em relação aos 1.526 registrados no mesmo período do ano passado. No interior do Estado, houve oscilação de 60%, de 637 para 1.024, enquanto na Capital a alta foi de 47%, de 889 para 1.312.

Em média, por dia, os ladrões roubam ou furtam oito veículos por dia em Mato Grosso do Sul. No ano passado, a média era de 5 carros arrastados por bandidos por dia. Na Capital, a média oscilou de três para cinco carros por dia.

Em Campo Grande, dos 463 veículos levados pelos ladrões, a Defurv (Delegacia de Furto e Roubos de Veículos) conseguiu recuperar 75%, segundo a Sejusp. Já no interior, só metade dos 349 carros roubados no último trimestre foram recuperados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)