Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/06/2008 06:09

Ferrugem Asiática: Produtores de MS já calculam perdas

Fabiane Sato


Os produtores rurais de São Gabriel do Oeste já calculam possíveis perdas com a Ferrugem Asiática. Na última safra, os sojicultores da região perderam 40% de sua produção com a doença, conforme explicou o Doutor em Fitopatologia e consultor de agronegócio José Tadashi Yorinori. O consultor esteve em São Gabriel do Oeste na quarta-feira, recolhendo amostras de plantas de soja para observar o fungo.

“É uma doença difícil de ser exterminada porque é propagada pelo vento e o MS tem outro agravante: a proximidade com a Bolívia, que não tem o vazio sanitário e planta soja o ano todo”, comentou o pesquisador. Ele alertou que os produtores rurais do Estado já calculam perdas de 15% de produtividade para o Estado.

Yorinori será o palestrante do 1º Seminário sobre Ferrugem Asiática. Ele abordará as estratégias de monitorame nto e controle da doença. O evento é realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL) e pela Aprosoja e conta com o apoio da Iagro, Embrapa e Fundação MS. O consultor é graduado em Agricultura Geral pela Universidade Federal do Paraná (1967), com mestrado em Fitopatologia pela Cornell University (1971) e doutorado em Fitopatologia pela University of Illinois (1980). Com larga experiência na área de Agronomia, especialmente em Fitossanidade, o pesquisador vai discorrer sobre as estratégias de monitoramento e controle da ferrugem asiática.

Investimentos
Por conta da doença, Yorinori acredita que os produtores terão que desembolsar ainda mais recursos que na safra anterior. “Geralmente, o valor gasto com insumos para combate a ferrugem é de uma saca por hectare, mas não podemos nos esquecer que outros produtos necessários para o manejo já aumentaram em mais de 100%. Os preços da saca subiram, mas o produtor precisa saber qual o custo total para saber se teve prejuízo”, afirmou.

Na safra 2007/! 2008, em São Gabriel do Oeste, a ferrugem asiática foi a responsável pela perda de 100 mil toneladas de soja, desempenho 40% inferior à safra passada. No Estado, conforme os dados do IBGE, as perdas na colheita foram de quase 5%, sendo que na safra 2006/2007 foram colhidos 4,85 milhões de toneladas, e na safra seguinte a produção para 4,6 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)