Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/11/2007 17:07

Estudo que reprova estádios traz críticas ao Morenão

Paulo Fernandes/Campo Grande News

No capítulo referente ao Estádio Morenão, de Campo Grande, a radiografia feita pelo Sinaenco (Sindicato Nacional da Arquitetura e da Engenharia) traz fotos e críticas quanto ao abandono do lugar, hoje entregue aos morcegos. O estudo diz que hoje o Brasil não possui estádios preparados para a Copa do Mundo de 2014. O Morenão é um dos candidatos a receber jogos do evento que será realizado no país.

Feito após visita no dia 18 de setembro de uma comissão formada de engenheiros e arquitetos especializados em projetos de complexos desportivos, o capítulo aponta como pontos críticos as condições precárias dos sanitários e do placar, o livre acesso do público as torres de iluminação, o acesso muito estreito dos jogadores ao campo e o estado inadequado dos bancos dos reservas.

No site criado pelo sindicato para divulgar encontro sob o tema "Copa 2014 - O Brasil antes e depois" (www.copa2014.org.br) realizado até ontem, constam fotos e indicações dos problemas encontrados nos estádio brasileiros, mas nenhum diagnóstico é apontado.

Os estádios brasileiros são classificados pelo Sinaenco como com “prazo de validade vencido”. Ironicamente, a foto aérea usada no capítulo sobre o Morenão é do estádio Jacques da Luz, nas Moreninhas, também em Campo Grande.

Inaugurado em 1971, o estádio universitário Morenão chegou a ser palco de grandes clássicos do futebol brasileiro. O maior público registrado foi em 1978, quando 38.122 pessoas assistiram à histórica vitória do Operário, time mais tradicional de Mato Grosso do Sul, sobre o Palmeiras.

A falta de condições dos estádios brasileiros para a Copa do Mundo já havia sido antecipada pelo presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, em sua visita a Mato Grosso do Sul em abril. Os técnicos do Siaenco visitaram 29 estádios em todos os estados do país, exceto o Acre.

Para receber um jogo de Copa do Mundo, os estádios precisam ter pelo menos 45 mil lugares. O Morenão tem capacidade para 40 mil.

Problema generalizado - Segundo a Sinaenco, há muito que ser feito para colocar os estádios em condições adequadas para a Copa de 2014, que acontecerá no Brasil. Engenheiros e arquitetos fazem à ressalva que em sete anos é possível colocar os estádios em condições de receber os jogos, mas que os problemas que têm sido encarados com vista grossa pelos responsáveis.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)