Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/10/2006 07:46

Estatísticas revelam partidos com maior votação nacional

TSE

Estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelam, nesta quarta-feira (11), os partidos que obtiveram o maior número de votos, considerando-se o total nacional, para quatro dos cinco cargos disputados nessas eleições de 2006. Foram eleitos 1.035 deputados estaduais, 24 deputados distritais, 513 deputados federais, 27 senadores e 17 governadores. A disputa para a Presidência da República e para o governo de mais dez estados será definida no dia 29 de outubro.

Embora não tenha formado a maior bancada federal, o Partido dos Trabalhadores (PT) obteve o maior percentual de votos válidos para deputado federal. Com 13.989.859 votos, o PT atingiu 15,01% do total nacional de votos válidos para o cargo: 93.190.484. O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) recebeu 13.580.517 votos (14,57% do total nacional). Entretanto, devido à regra do quociente eleitoral, o PMDB elegeu 89 deputados e o PT, 83.

Na disputa para o governo dos estados, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) obteve o maior percentual do total de votos válidos para o cargo em todo o país: com 28.124.381, alcançou 30,14% do total de votos nacionais.

O Partido da Frente Liberal (PFL) elegeu o maior número de senadores e obteve o maior número de votos válidos frente ao total nacional para o cargo: foram 21.653.812 votos (25,66% do total do país).

Na disputa para deputado estadual, o PSDB obteve 14.571.332 votos, equivalente a 15,81% dos votos válidos para o cargo em todo o país. E na eleição para deputado distrital, o PFL obteve o maior número de votos: 15,21% do total de votos para o cargo.

Quociente eleitoral

O quociente eleitoral, previsto no Código Eleitoral, define os partidos e/ou coligações que terão direito a ocupar as vagas em disputa nas eleições proporcionais, nos níveis federais, estaduais e distrital. "Determina-se o quociente eleitoral dividindo-se o número de votos válidos apurados pelo de lugares a preencher em cada circunscrição eleitoral, desprezada a fração se igual ou inferior a meio, equivalente a um se superior" (Código Eleitoral, artigo 106).

Eleição para governador

O total de votos válidos para o cargo, em todo o Brasil, chegou a 93.287.386. O PSDB obteve o maior número de votos válidos para o cargo: 28.124.381 votos (30,14% do total nacional). Com esse número, elegeu 4 governadores.

Em segundo lugar, vem o PT, com 20.472.045 (21,94%), que elegeu 4 governadores. Em seguida, vem o PMDB com 16.813.195 votos (18,023% do total nacional). Assim, elegeu 4 governadores. Em quarto lugar, ficou o PFL com 7.251.151 (7,77% do total nacional). Com isso, elegeu um governador. Em quinto, ficou o PDT com 4.439.422 votos (4,759% do total nacional. Elegeu um governador.

Senador

O total de votos válidos apurados para o cargo de senador foi de 84.383.805. Os cinco melhores resultados são: Partido da Frente Liberal (PFL) com 21.653.812 votos (25,66% do total de votos válidos) e seis senadores eleitos. Partido dos Trabalhadores (PT), com 16.222.159 votos (19,22%) e dois senadores eleitos. Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), com 10.547.778 votos (12,50%) e cinco senadores eleitos. Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) com 10.148.024 votos (12,06%) e quatro senadores eleitos. Partido Comunista do Brasil (PCdoB), com 6.364.019 (7,54% do total de votos) e um eleito.

Deputado federal

O total de votos válidos para o cargo de deputado federal alcançou 93.190.484. Depois do PT e do PMDB, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) ficou em terceiro lugar como o mais votado para esse cargo. Recebeu 12.691.043 votos para deputado federal. O número corresponde a 13,61% do total de votos válidos para o cargo. Foram 10.918.602 votos nominais e 1.772.441 votos para a legenda.

Em quarto lugar, está o Partido da Frente Liberal (PFL), que recebeu 10.182.308 votos para deputado federal em todo o país, sendo 9.608.001 votos nominais e 574.307 votos para a legenda. O número equivale a 10,92% do total de votos válidos para deputado federal em todo o país.

Apesar das diferenças na totalização de votos para deputado federal em todo o país, em que o PSDB obteve maior número de votos, a legenda tucana e o PFL elegeram o mesmo número de deputados: 65.

Em quinto lugar, vem o Partido Progressista, que obteve 6.662.309 em todo o país, sendo 6.285.973 votos nominais e 376.336 votos para a legenda. O número corresponde a 7,14% do total de votos válidos em todo o país para deputado federal. Com esses votos, o PP elegeu 42 deputados federais.

As legendas que obtiveram o menor número de votos para deputado federal foram: Partido da Causa Operária (PCO), que recebeu 29.083 votos – 0,031% do total -, sendo 13.346 votos nominais e 15.737 votos para a legenda; Partido Comunista Brasileiro (PCB), que recebeu 64.766 votos – 0,069% do total -, sendo 18.003 votos nominais e 46.763 para a legenda.

O Partido Social Democrata Cristão (PSDC) recebeu 354.217 votos válidos, sendo 321.157 votos nominais e 33.060 votos para a legenda, equivalente a 0,38% do total nacional, mas não conseguiu eleger nenhum deputado.

Em compensação, o Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB), que conseguiu 0,33% do total de votos válidos para deputado federal nacional – 311.833 (sendo 271.815 votos nominais e 40.018 para a legenda), conseguiu eleger um deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Deputado estadual

Foram eleitos 1.035 deputados estaduais em todo o país. Nesse cargo, o partido que conseguiu a melhor votação, em todo o país, foi o PSDB, alcançando 14.571.332 votos, isto é, 15,81% dos votos. O total nacional de votos válidos para deputado estadual chegou a 92.114.775.

O segundo partido mais votado, para esse cargo, foi o PT, com 11.931.022 votos (12,95% do total nacional). Em seguida, vem o PMDB, que totalizou 11.914.809 votos (12,93% do total nacional). O PFL obteve 9.473.011 votos (10,28% do total nacional), ficando em quarto lugar. Em quinto, ficou o Partido Democrático Trabalhista (PDT), que alcançou 6.078.009 votos (6,59% do total nacional), entre os mais votados para as Assembléias Legislativas dos 26 estados.

Em contrapartida, o PCO foi o que obteve o menor número de votos nas eleições para deputado estadual, apenas 25.381 (0,028%) em toda a nação. Em segundo lugar entre os menos votados está o PCB, com 90.378 votos (0,098%). O PSTU obteve 95.775 votos (0,104%), em seguida vêm o Partido Republicano Brasileiro (PRB), que alcançou 226.044 votos (0,245%) e o PTN, que teve 387.288 votos (0,420%).

Deputado distrital

Nas eleições para as 24 vagas de deputado distrital para a Câmara Legislativa do Distrito Federal, o partido que obteve mais votos foi o PFL, com 15,21% do total distrital (202.215 votos). Em todo o Distrito Federal, houve 1.328.666 votos para o cargo.

Em segundo lugar, ficou o PT, com 14,053% do total de votos distritais (186.717). O terceiro partido mais votado foi o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), totalizando 176.718 votos (13,30% dos votos distritais). Ocupando o quarto lugar dos mais votados na disputa para deputado distrital, está o PSDB, com 113.773 votos (8,56% dos votos válidos). O quinto partido com maior número de votos para o cargo foi o PTB, com 86.952 votos (6,54% do total distrital).

Os cinco partidos que obtiveram menor número de votos para a Câmara Legislativa do DF foram o Partido Trabalhista Nacional (PTN), com 114 votos (0,009%); Partido da Causa Operária (PCO), com 534 votos (0,040%); em seguida está o PSTU, com 614 votos (0,046%). O Partido Comunista Brasileiro (PCB) teve 616 votos (0,046%) e, por fim, o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), com 775 votos (0,058%).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)