Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/10/2015 17:00

Empresário deixa cartão de visita com bilhete após batida em carro em MS

G1MS
Bilhete com cartão de visita foi deixado em porta (Foto: Reprodução/ TV Morena)Bilhete com cartão de visita foi deixado em porta (Foto: Reprodução/ TV Morena)

Encontrar o carro danificado no estacionamento do shopping é uma surpresa desagradável que ninguém quer, mas achar um bilhete de quem bateu é quase um milagre. Foi o que aconteceu no último fim de semana com a família de Jaline Kobayashi em um shopping em Campo Grande.


Ela e a mãe estavam no estacionamento do shopping esperando a irmã quando encontraram o bilhete no carro. “Entramos em contato com o motorista. A gente questionou, a gente falou o que passou na sua cabeça pra querer arrumar, o que você fez e ele falou assim: pra mim isso é normal", explicou.


O corretor Thiago Barcelos de Alencar diz que escreveu o bilhete porque não achou justo causar prejuízo para alguém e não ajudar.


"Me senti melhor, me senti tranquilo. Sai para passear com a minha esposa no shopping e saber que eu prejudiquei alguém sem a pessoa ter culpa de nada, bati no carro dela, deu um prejuízo para alguém, por um erro meu, como é que eu ia ficar tranquilo, apesar de ser uma batida simples, mas a pessoa não tem culpa de nada. Fiz porque achei que era o certo, para ficar com a consciência tranquila", explicou.


A atitude do motorista supreendeu a família e foi vista como prova de honestidade, mas para o autor do bilhete, a atitude foi simples. Ele também teve o carro arranhado na batida. “No estacionamento com tanto de carro que tem, com fluxo de pessoas que tem lá, a gente não ia nem conseguir suspeitar quem seria, mas graças a Deus não foi quase nada e ele deixou o contato ainda por cima”, avaliou.


Outro exemplo de honestidade é do comerciante Roberto Ribeiro, dono de um bar na capital. Ele já encontrou carteira com R$ 350, bolsa, celular. Até cachorro perdido ele já cuidou esperando o dono aparecer. "Até já tentaram recompensar, mas a gente não aceita, porque não fazemos isso por recompensa, fazemos porque é obrigação nossa", ressaltou.


"Só de ver uma pessoa voltar aqui para procurar um pertence que esqueceu e ver a pessoa alegre por ter recebido de volta, isso aí me faz contente, me feliz", finalizou.

"CIDADANIA"
Assim deveria ser o ser humano! Cada qual responsável pelo que é de todos e donos do que é seu.
Se fôssemos, pelo menos um pouquinho honestos como estes GRANDES exemplos, com certeza nosso país teria maior credibilidade e seríamos muito, muito mais felizes.
 
Rosângela Pereira de Souza em 21/10/2015 20:00:22
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)