Cassilândia, Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Últimas Notícias

27/01/2020 15:30

Empresa aérea se nega a emitir nota fiscal e é autuada pelo Procon

A Latam não disponibilizou documento exigido por passageiro que despachou bagagem extra no Aeroporto de Campo Grande

Campo Grande News

A Latam Aerlines Brasil negou-se a emitir nota fiscal para passageiro que despachou bagagem extra no balcão do Aeroporto Internacional de Campo Grande e foi autuada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor). Embora a empresa alegue avisar sobre a impressão de apenas um “comprovante de compra”, o órgão fiscalizador reconheceu desrespeito à legislação.

Ao despachar bagagem extra pela TAM Linhas Aéreas Ltda ( Latam Airlines Brasil), o consumidor demonstrou necessidade de receber, como comprovante, nota fiscal ou outro documento com validade fiscal equivalente, o que foi negado mesmo com a afirmação de que necessitava do documento para poder demonstrar a despesa realizada.

No local, foi alegado que, nessas ocasiões, a Latam não emite documento fiscal, mas somente um “comprovante de compra”, porém, o papel não surte o efeito para o qual o cliente necessitava do documento. A empresa expõe aviso informando a não emissão de documento fiscal, entretanto em tamanho reduzido a ponto do consumidor não notar a sua existência, o que foi considerado insuficiente pela fiscalização do Procon Estadual.

Constatada a irregularidade, a equipe de fiscalização forneceu informações acerca da Legislação vigente e optou por lavrar o auto de infração na sede do Procon Estadual para ter condições de averiguar, com maior precisão, a consistência das informações liberadas pela empresa e enviar a notificação pelos Correios por meio do sistema de Aviso de Recebimento (A.R.). A Latam tem prazo para apresentar justificativa e implantar o serviço de maneira a cumprir os preceitos legais.

Em nota, a Latan Airlines Brasil informpu que, quando notificada, prestará os devidos esclarecimentos ao órgão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 28 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Quinta, 27 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Quarta, 26 de Fevereiro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)