Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

06/06/2012 07:32

Em nota, TRT de Rondônia diz que tratará fraude bilionária com "isenção”

Débora Zampier, Agência Brasil

Brasília – Suspeito de abrigar uma fraude de R$ 5 bilhões no pagamento de precatórios, o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT14) divulgou ontem (5) nota na qual consta que se compromete a explicar o assunto com “isenção” à população. A questão levou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a intervir na corte, suspendendo hoje (5) a quitação da dívida pública bilionária.

O precatório seria pago a 7 mil técnicos e professores filiados ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero). Eles acionaram a Justiça trabalhista para pedir reenquadramento de carreira e diferenças remuneratórias. Segundo apurações preliminares do CNJ, houve erro no cálculo do valor e todos os juízes designados para reavaliar o caso sofreram ameaças.

Apesar de prometer transparência no tratamento do caso, o TRT preferiu não se posicionar sobre a suposta participação de servidores no esquema. “Quanto ao possível envolvimento de membros do TRT de Rondônia e do Acre no episódio, o próprio CNJ trata o assunto em caráter reservado, por ainda se encontrar em fase de investigação pelos órgãos de controle e da Polícia Federal”, explica trecho da nota.

O texto assinado pela presidenta Vania Abensur informa ainda que mais informações sobre o caso serão tratadas hoje, às 10h, em coletiva à imprensa no prédio da Justiça do Trabalho em Porto Velho.



Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)