Cassilândia, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2006 16:10

Em junho, abate de aves no Estado teve queda de 12,17%

Humberto Marques / Campo Grande News

O setor avícola de Mato Grosso do Sul ainda não se recuperou totalmente da crise instalada após o fechamento de mercados na Europa e Ásia, diante dos casos de gripe aviária registrados naqueles continentes e que reduziram o consumo de carne de frango. Conforme números da Seção de Inspeção de Produtos Agropecuários da SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura em Mato Grosso do Sul) divulgados hoje, o número de animais abatidos sofreu queda de 12,17% em junho, quando as granjas do Estado produziram 6.516.095 animais – contra 7.418.991 em maio.

O menor número de aves abatidas representou uma redução de 2,61 mil toneladas na produção: em maio, foram 17.399.497 quilos de carne de aves processados; contra 14.783.678 quilos no mês passado. A queda também pôde ser sentida no peso médio dos animais, que baixou de 2,345 kg para 2,269 kg no período.

No primeiro semestre, o Estado produziu 50.436.574 aves – ou 114.765.633 kg de carne. A média mensal foi de 8,4 milhão de animais (19,12 mil toneladas, com 2,275 kg de peso médio por ave). Março foi o mês em que a produção atingiu os melhores resultados no ano: 11,06 milhão de aves e 24,9 mil toneladas, com média de 2,252 kg por animal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Janeiro de 2017
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Domingo, 15 de Janeiro de 2017
12:53
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)