Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/07/2006 16:10

Em junho, abate de aves no Estado teve queda de 12,17%

Humberto Marques / Campo Grande News

O setor avícola de Mato Grosso do Sul ainda não se recuperou totalmente da crise instalada após o fechamento de mercados na Europa e Ásia, diante dos casos de gripe aviária registrados naqueles continentes e que reduziram o consumo de carne de frango. Conforme números da Seção de Inspeção de Produtos Agropecuários da SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura em Mato Grosso do Sul) divulgados hoje, o número de animais abatidos sofreu queda de 12,17% em junho, quando as granjas do Estado produziram 6.516.095 animais – contra 7.418.991 em maio.

O menor número de aves abatidas representou uma redução de 2,61 mil toneladas na produção: em maio, foram 17.399.497 quilos de carne de aves processados; contra 14.783.678 quilos no mês passado. A queda também pôde ser sentida no peso médio dos animais, que baixou de 2,345 kg para 2,269 kg no período.

No primeiro semestre, o Estado produziu 50.436.574 aves – ou 114.765.633 kg de carne. A média mensal foi de 8,4 milhão de animais (19,12 mil toneladas, com 2,275 kg de peso médio por ave). Março foi o mês em que a produção atingiu os melhores resultados no ano: 11,06 milhão de aves e 24,9 mil toneladas, com média de 2,252 kg por animal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)