Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/12/2013 20:51

Dois detentos morreram durante as festas natalinas na Máxima da Capital

Bruno Chaves, Campo Grande News

Dois detentos do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande morreram entre os dias 24 e 26 de dezembro deste ano. Um foi encontrado enforcado em uma corda e o outro faleceu após receber atendimento médico no Hospital Universitário. As identidades deles não foram divulgadas.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), o interno D.C.S.L, de 20 anos, foi encontrado morto por volta das 6h30 de hoje (26) na cela 5 do pavilhão 1 da penitenciária.

O corpo do detento estava pendurado por uma corda artesanal, amarrada em volta do pescoço e presa a grade da janela. A perícia esteve no local e as circunstâncias da morte são investigadas pela Polícia Civil. Ele estava preso por homicídio.

Já o presidiário M.S.I, de 26 anos, sofria de problemas pulmonares e vinha sendo acompanhado pela equipe médica da unidade prisional.

Com o agravamento do quadro de saúde, o detento foi encaminhado com escolta de emergência ao Hospital Universitário no dia 23, mas acabou morrendo no dia 24 por complicações da doença. Ele estava preso por roubo e tráfico de drogas.

Para a Agepen, as duas mortes são fatos isolados e não têm nenhuma relação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)