Cassilândia, Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Últimas Notícias

27/06/2020 14:46

Delegado ouve testemunhas sobre feminicídio e perícia conta cerca de 24 facadas

Redação
Delegado ouve testemunhas sobre feminicídio e perícia conta cerca de 24 facadas

O site Jovem Sul News informa que testemunhas do feminicídio de Aldeni Clara da Silva foram ouvidas pela Polícia Civil e a perícia contou aproximadamente 24 facadas na região do tórax da vítima, além dos pulsos cortados. Leia a matéria assinada por Juliana Angeli.

"Na tarde deste sábado (27), o Delegado da Polícia Civil de Chapadão do Sul colheu informações das testemunhas do feminicídio de Aldeni Clara da Silva, de 32 anos de idade, morta por seu ex companheiro.

Segundo informações do delegado Dr. Felipe, a vitima Aldeni teria pedido a separação para o autor dos fatos, porém o mesmo não teria aceitado, então iniciou uma discussão entre os dois a vítima sentindo-se ameaçada pegou o telefone e ligou para a polícia. O ex companheiro teria tomado o telefone e jogado ao chão e iniciou com as agressões.

A vítima com medo correu para dentro da casa sendo seguida pelo suspeito, quando o mesmo pegou uma faca e deferiu facadas em Aldeni.

Este homem é o principal suspeito de matar a esposa e ferir a sogra. Ele está foragido

A cena foi presenciada pela mãe da vítima e seu filho de criação de 15 anos. Vendo o desespero da filha a mãe tentou conter o autor, quando também foi esfaqueada, a testemunha saiu correndo.


O autor voltou até Aldeni já inconsciente virou a mesma e cortou os dois punhos da vítima. O acusado fugiu para dentro de um matagal próximo da residência, portando uma faca e uma garrafa de água. Segundo a testemunha ele vestia uma camisa branca com um número nas costas (23 ou 33), de bermuda e sem celular. Antes de sair do local o mesmo teria ameaçado a retornar para terminar o “serviço”, relatou uma das testemunhas.

Segundo o delegado, os peritos contaram aproximadamente de 24 facadas na região do tórax da vítima além dos pulsos cortados. Seu corpo já foi examinado pelo IML de Paranaíba. No local da tragédia foi realizado uma perícia pelo instituto de criminalística.

A Polícia Civil já instaurou inquérito por feminicídio consumado e tentado, após ouvir a vítima sobrevivente e a testemunha, representou pela prisão preventiva do foragido.

As equipes de Polícias Civil e Militar continuam realizando buscas na região atrás do autor já identificado pelas testemunhas."

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 11 de Agosto de 2020
09:00
Santo do Dia
Segunda, 10 de Agosto de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)