Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

09/03/2007 07:23

Deferida liminar a acusado de porte ilegal de arma

STF


O ministro Gilmar Mendes deferiu o pedido liminar no habeas corpus (HC) 90157, impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) em favor de J.R.M, para assegurar ao paciente o direito de permanecer em liberdade, até a apreciação do mérito de recurso semelhante que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O HC é contra decisão liminar do STJ, que negou o pedido liberdade.

O paciente foi preso em flagrante em outubro de 2006, durante o cumprimento de um Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo Juiz do Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária de São Paulo (DIPO), pela suposta prática dos delitos previstos nos artigos 12 e 16 da Lei nº 10.826/2003 e no artigo 180 do Código Penal (posse irregular de arma de fogo e receptação). Com a negativa do TJ-SP um novo HC foi impetrado no STJ. Depois de ter a liminar negada, o processo foi enviado ao STF.

Em sua decisão o ministro Gilmar Mendes lembra que a jurisprudência do Supremo é no sentido de não deferir pedido de liminar já negado por outro Tribunal Superior, antes do julgamento final do HC que a abriga Esse entendimento está representado na Súmula no 691/STF

Mas destaca que o rigor na aplicação da Súmula tem sido abrandado por julgados na Corte, em hipóteses excepcionais em que seja urgente a concessão de medida cautelar para evitar flagrante constrangimento ilegal.

E prossegue destacando que, para fins de apreciação do pedido de medida liminar, é necessário, no caso em exame, avaliar se há ou não patente constrangimento ilegal que possa superar a aplicação da Súmula no 691, possibilitando o deferimento da liminar. O relator acrescenta que, no presente caso, as decisões que levaram ao indeferimento do pedido não foram devidamente fundamentadas.

E o ministro Gilmar Mendes decidiu pela concessão da liminar, “ressalvado melhor juízo quando da apreciação de mérito”.

Na decisão solicitou ao Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária/Divisão de Processamento de Inquéritos do Estado de São Paulo informações acerca do andamento do Inquérito Policial, além das cópias da denúncia e do decreto prisional. E ao TJ-SP a cópia da decisão sobre o HC ali julgado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)