Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/03/2007 07:23

Deferida liminar a acusado de porte ilegal de arma

STF


O ministro Gilmar Mendes deferiu o pedido liminar no habeas corpus (HC) 90157, impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) em favor de J.R.M, para assegurar ao paciente o direito de permanecer em liberdade, até a apreciação do mérito de recurso semelhante que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O HC é contra decisão liminar do STJ, que negou o pedido liberdade.

O paciente foi preso em flagrante em outubro de 2006, durante o cumprimento de um Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo Juiz do Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária de São Paulo (DIPO), pela suposta prática dos delitos previstos nos artigos 12 e 16 da Lei nº 10.826/2003 e no artigo 180 do Código Penal (posse irregular de arma de fogo e receptação). Com a negativa do TJ-SP um novo HC foi impetrado no STJ. Depois de ter a liminar negada, o processo foi enviado ao STF.

Em sua decisão o ministro Gilmar Mendes lembra que a jurisprudência do Supremo é no sentido de não deferir pedido de liminar já negado por outro Tribunal Superior, antes do julgamento final do HC que a abriga Esse entendimento está representado na Súmula no 691/STF

Mas destaca que o rigor na aplicação da Súmula tem sido abrandado por julgados na Corte, em hipóteses excepcionais em que seja urgente a concessão de medida cautelar para evitar flagrante constrangimento ilegal.

E prossegue destacando que, para fins de apreciação do pedido de medida liminar, é necessário, no caso em exame, avaliar se há ou não patente constrangimento ilegal que possa superar a aplicação da Súmula no 691, possibilitando o deferimento da liminar. O relator acrescenta que, no presente caso, as decisões que levaram ao indeferimento do pedido não foram devidamente fundamentadas.

E o ministro Gilmar Mendes decidiu pela concessão da liminar, “ressalvado melhor juízo quando da apreciação de mérito”.

Na decisão solicitou ao Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária/Divisão de Processamento de Inquéritos do Estado de São Paulo informações acerca do andamento do Inquérito Policial, além das cópias da denúncia e do decreto prisional. E ao TJ-SP a cópia da decisão sobre o HC ali julgado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)