Cassilândia, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

Últimas Notícias

15/02/2018 11:00

De Sidrolândia ao Chile, conheça o grupo que só viaja de bicicleta

Midiamax
De Sidrolândia ao Chile, conheça o grupo que só viaja de bicicleta

Até onde você iria de bicicleta? Seja para Sidrolândia, seja para o Chile, o grupo intitulado de Peregrinos do Pantanal viaja até mais de 3 mil quilômetros de bike. São os adeptos do cicloturismo. Você já tinha ouvido falar? É uma forma sustentável, econômica e aventureira de viajar.

Um dos líderes do grupo é o militar da reserva, Antonio Carlos Domingos Cesar, de 53 anos, também conhecido como ‘Cesão’. “Nosso grupo é formado por viajantes do Mato Grosso do Sul. Aceitamos pessoas para viajarem conosco. A única regra é que já tenha feito pelo menos uma viagem de bicicleta. Não cobramos nada. Somos apenas pessoas que viajam juntas e dão suporte umas às outras”, conta.

O grupo empresta os alforges (equipamentos instalados nas bicicletas para levar roupas e objetos) para a primeira viagem e dá todas as dicas e informações necessárias. “Pra pessoa saber se é aquilo que ela quer mesmo, sem precisar dispor de um valor para o caso de depois não gostar”, explica. Alforges podem variar de R$ 200,00 a R$ 2.000,00, dependendo de tamanho, material e marca.

No momento há 34 peregrinos do Pantanal que viajam juntos e trocam experiências. Mas nem sempre todos se aventuram ao mesmo tempo. “Temos o Elton Xamã, que está fazendo a Carretera Austral, no Chile. Temos também um casal que está fazendo o trajeto da Estrada Real, em Minas Gerais”, relata.

A viagem mais longa realizada pelo grupo foi justamente para o Chile, quando percorreram cerca de 3.600 km em 20 dias. As aventuras são realizadas de forma sustentável. “A gente leva barraca, fogareiro, medicamento, todo material necessário e acampamos. Gasta-se no máximo vinte reais por dia”, garante Cesão.

Para aqueles que não dispõem de tanto tempo, os Peregrinos do Pantanal também promovem as short trips. São trajetos de 200 a 250 quilômetros que normalmente são cumpridos em dois dias, saem sábado e voltam no domingo. “Às vezes vamos para um local perto de Campo Grande, até em fazenda de conhecidos e acampamos lá”.

Receptividade
Cesão conta que as pessoas tem grande receptividade com quem viaja de bicicleta. “O pessoal das fazendas nos chamam para almoçar ou jantar. Não saímos com esse objetivo, mas eles nos veem com bons olhos”, relata.

​Além de ter passado frio e tomado chuva no Chile, o grupo também faz trajetos de 700 a 800 quilômetros pelo Estado. “Já fizemos o Pantanal da Nhecolândia, do Nabileque, de Murtinho, para quem tem disponibilidade maior. Em uma das viagens percorremos 750 quilômetros passando por Sidrolândia, Jardim, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho e voltamos por Bonito”, conta.

Finalmente, além de bicicleta, os aspirantes a aventureiros precisam ter muita animação e gostar de estar em harmonia com a natureza. Se você não se importa em pegar chuva, enfrentar neve, tempo instável, tomar banhos gelados em lagos e não se importa em receber saúde e bem estar em troca, o cicloturismo é a indicação. “Tem que estar na vibe de pedalar, curtir e gostar dessas coisas. A estrada vai ditando o ritmo”, diz Cesão.

Bateu vontade? Conheça os Peregrinos do Pantanal no Facebook ou entre em contato com o Cesão, pelo telefone 99917-1816.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 17 de Agosto de 2018
09:00
Santo do dia
08:20
Cassilândia
Quinta, 16 de Agosto de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 15 de Agosto de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)