Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/02/2010 13:47

Correios lança campanha contra aids

Agência Brasil/ Lourenço Canuto

Foi lançada hoje (9) a campanha Correios Contra a Aids que envolverá inicialmente a participação de 120 agências dos Correios na distribuição de informações sobre a doença. A iniciativa integra o movimento mundial de prevenção e é promovida em parceria com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/Aids (Unaids) e outros organismos internacionais.

A meta dos ministérios das Comunicações e da Saúde e dos Correios é que sejam levadas informações sobre a prevenção e o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) a toda a população do país, até 2012.

O lançamento da campanha, dias antes do carnaval, foi feito de maneira estratégica. Na primeira fase, será distribuído material no Distrito Federal e em regiões prioritárias no Amazonas e na Bahia. Os Correios vão distribuir cartões postais com abordagens bem humoradas de questões ligadas ao HIV/Aids e também 15 mil folders e mil cartazes, devendo ser enviadas ainda 800 mil mensagens por mala direta.

O diretor da Unaids no Brasil, Pedro Chequer, afirmou na solenidade de lançamento da campanha que o Brasil está tratando o assunto de "forma inovadora em relação aos outros países em que ela foi lançada, tendo em vista a permeabilidade possibilitada pelo trabalho dos Correios".

O esclarecimento da população sobre a questão, segundo ele, reduz os preconceitos e o estigma em torno da aids.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, afirmou que a população vai receber informações sobre a aids, com a participação dos Correios, "de forma tão rápida quanto recebe o Sedex10", serviço de remessas expressas da empresa.

Para o ministro, a eficiência na prevenção e no tratamento da aids passa pela qualidade das informações que a população recebe sobre o assunto o que contribui também para acabar com os preconceitos.

O representante da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, Cristian Ramos, afirmou que o trabalho realizado com relação à doença é exemplo para outros países. Ele entende que o esclarecimento sobre a questão pode contribuir também com o fim da discriminação no mercado de trabalho.

A primeira fase da campanha começou em julho do ano passado, mobilizando a estrutura de mais de 660 mil agências dos Correios em países como Burkina Faso, Camarões, China, Estônia, Mali e Nigéria.

Durante a solenidade foi lançado também o site da campanha (www.correioscontraaids.org.br) que apresenta de forma lúdica e interativa informações sobre doenças sexualmente transmissíveis.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)