Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/09/2005 15:22

Consulados ainda buscam 26 brasileiros desaparecidos

O consulado brasileiro em Houston, que tem a jurisdição do Estado da Lousiana, e o consulado de Miami, responsável pelos Estados do Alabama e Mississippi, ainda não têm informações sobre o paradeiro de 26 brasileiros vítimas do furacão Katrina.

Os trabalhos de localização dos brasileiros começaram na segunda-feira da semana passada. Em Houston, o consulado tinha uma lista inicial com 71 nomes que, nesta quinta-feira, já foi reduzida, para 24.

Os nomes dos brasileiros não foram divulgados, nem as cidades em que eles viviam. Em Miami, o órgão diplomático ainda procura dois brasileiros que ainda não deram notícias.

De acordo com o consulado em Houston, os brasileiros incluídos na relação podem estar passando por dificuldade de comunicação. Os trabalhos de contato prosseguiam ainda nesta quarta-feira.

Oficialmente, um número de 883 estrangeiros estão desaparecidos em razão das conseqüências do Katrina. Nessa estimativa, a maioria é formada por britânicos e franceses.

No entanto, autoridades norte-americanas avaliam que o contingente mais numeroso é formado por mexicanos, que estão nos Estados Unidos ilegalmente.

Nesta quinta-feira, a secretária de Estado norte-americano, Condoleezza Rice pediu ao governo mexicano que não visitassem as áreas afetadas pelo furacão porque não poderia garantir sua segurança. Segundo autoridades sanitárias, o risco de contaminação é alto nessas regiões.

Até ontem, 160 franceses, 96 britânicos e 20 espanhóis eram procurados pela embaixada de seus países. Turistas, estudantes, trabalhadores e residentes nos EUA fazem parte da lista.

Sacos de corpos

A cidade de Nova Orleans recebeu 25 mil sacos para embalar os corpos de mortos do furacão Katrina. Os números oficiais apontam 83 mortos em Nova Orleans, 138 no Mississippi e 11 na Flórida.

Mas o prefeito de Nova Orleans, Ray Nagin, afirma que a cifra pode chegar a 10 mil mortos na cidade, e o governador do Mississippi estima que o número pode chegar a 300 em seu Estado.

Nova Orleans ainda tem 60% de sua região coberta por água, já contaminada por bactérias e resíduos tóxicos. Apesar da ordem de saída dada pelo prefeito, muitos moradores ainda resistem a deixar suas casas.



Brasil Online

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)