Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

09/05/2016 18:07

Conselho Federal será acionado para acompanhar disputa pela vaga no TJ

Paulo Yafusso, Campo Grande News

Os advogados de Fábio Trad vão acionar administrativamente o Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), para que acompanhe a situação ocorrida na definição dos seis advogados que compõem a lista para a escolha do ocupante da vaga de desembargador no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A votação para a escolha dos seis foi suspenso liminarmente pelo juiz federal da 4ª Vara, Fernando Nardon.

O mandado de segurança foi impetrado com o argumento de que o advogado Rodolfo Souza Bertin, não poderia ter deferida a sua inscrição por descumprir algumas as regras da Constituição Federal e do próprio estatuto da Ordem. Um dos pontos questionados é de que o candidato tenha pelo menos cinco petições por ano, e neste caso Bertin apresentou como comprovação declarações de advogados do seu escritório que assinaram processos no lugar dele. Bertin foi o sexto mais votado, derrotando Fábio Trad.

O advogado Elton Nasser, um dos que assinam o mandado de segurança em defesa de Fábio Trad, disse que o Conselho Federal da OAB será comunicado da situação no Estado para que acompanhe o caso. A liminar mantém suspensa a eleição realizada pela OAB/MS (Ordem do Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul) no último dia 29 e o juiz Fernando Nardon é quem vai decidir pela necessidade de se fazer nova eleição ou se haverá recontagem dos votos, eliminando as destinadas a Bertin. E com isso, Fabio Trad passaria a ocupar a sexta vaga na lista.

O presidente da OAB/MS, Mansur Karmouche garante que não houve irregularidade algum no recebimento da inscrição do candidato Rodolfo Bertin. “Usamos o mesmo critério usado para o Fábio Trad”, afirmou. Segundo ele, em determinados anos, quando Trad exercia mandato de deputado federal, não apresentou o mínimo de cinco petições. Ele teria então apresentado certidões. Karmouche disse que não sabe quando a Ordem vai ingressar com o recurso para derrubar a liminar do juiz Fernando Nardon.

A lista dos seis advogados será encaminhada ao TJMS. O Tribunal então vai excluir três da lista e mandar para o governador o nome de outros três, e um deles vai ser escolhido pelo governador Reinaldo Azambuja para ocupar a vaga de desembargador, dentro do chamado quinto constitucional, mecanismo que define que 20% dos vagas nos tribunal são destinados aos advogados e ao Ministério Público, e as vagas são ocupadas alternadamente. A vaga anterior era do MP, e foi ocupada em fevereiro pelo procurador de Justiça Paulo Alberto de Oliveira.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)