Cassilândia, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

10/12/2008 15:09

Conselho de Ética confirma absolvição de Paulo Pereira

Agência Câmara

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar aprovou há pouco, por 7 votos a 3, o parecer do deputado José Carlos Araújo (PR-BA) que absolve o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força.

Na semana passada o conselho havia rejeitado o parecer do deputado Paulo Piau, que propunha a cassação de Paulinho, por 10 votos a 4. Na ocasião, José Carlos Araújo foi escolhido para elaborar um parecer conforme o entendimento da maioria dos conselheiros.

Sem provas
Araújo disse que, no processo de cassação por quebra de decoro contra o pedetista, o conselho não obteve provas de envolvimento em um esquema de liberação irregular de recursos no Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), descoberto pela Polícia Federal durante a Operação Santa Tereza.

"Em nenhuma das conversas gravadas no inquérito há intervenções do representado em favor do suposto esquema",disse Araújo.

Por outro lado, segundo o relator, também não houve quebra de decoro de Paulinho em razão do repasse de R$ 1,199 milhão do BNDES à ONG Meu Guri Centro de Atendimento Biopsicossocial, presidida por Elza de Fátima Costa Pereira, mulher do acusado. Isso porque, acrescenta o parecer, a operação ocorreu antes do início do mandato (2002 e 2003).

Controvérsias
O deputado Ruy Pauletti (PSDB-RS) votou contra o parecer de Araújo. Para ele, Paulinho incorreu, sim, em quebra de decoro. "Houve gente que se beneficiou de influência política de um deputado. Estavam usando o nome do Paulinho para liberação dos recursos", disse.

"Na conta do deputado Paulo não tem nada. Como eu vou condenar um cidadão deste?", rebateu Marcelo Ortiz (PV-SP).

"As gravações, em nenhum momento, pegaram o Paulinho falando: 'Pegaram a gente com a boca na botija'. Só tem indignação", disse Dagoberto (PDT-MS). O deputado afirmou que a única influência política exercida por Paulinho é em favor dos trabalhadores.

A representação contra Paulo Pereira da Silva, apresentada pela Corregedoria da Câmara e pelo Psol, foi arquivada ao fim da reunião, agora há pouco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 17 de Agosto de 2017
Quarta, 16 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
09:19
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)