Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2008 15:09

Conselho de Ética confirma absolvição de Paulo Pereira

Agência Câmara

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar aprovou há pouco, por 7 votos a 3, o parecer do deputado José Carlos Araújo (PR-BA) que absolve o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força.

Na semana passada o conselho havia rejeitado o parecer do deputado Paulo Piau, que propunha a cassação de Paulinho, por 10 votos a 4. Na ocasião, José Carlos Araújo foi escolhido para elaborar um parecer conforme o entendimento da maioria dos conselheiros.

Sem provas
Araújo disse que, no processo de cassação por quebra de decoro contra o pedetista, o conselho não obteve provas de envolvimento em um esquema de liberação irregular de recursos no Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), descoberto pela Polícia Federal durante a Operação Santa Tereza.

"Em nenhuma das conversas gravadas no inquérito há intervenções do representado em favor do suposto esquema",disse Araújo.

Por outro lado, segundo o relator, também não houve quebra de decoro de Paulinho em razão do repasse de R$ 1,199 milhão do BNDES à ONG Meu Guri Centro de Atendimento Biopsicossocial, presidida por Elza de Fátima Costa Pereira, mulher do acusado. Isso porque, acrescenta o parecer, a operação ocorreu antes do início do mandato (2002 e 2003).

Controvérsias
O deputado Ruy Pauletti (PSDB-RS) votou contra o parecer de Araújo. Para ele, Paulinho incorreu, sim, em quebra de decoro. "Houve gente que se beneficiou de influência política de um deputado. Estavam usando o nome do Paulinho para liberação dos recursos", disse.

"Na conta do deputado Paulo não tem nada. Como eu vou condenar um cidadão deste?", rebateu Marcelo Ortiz (PV-SP).

"As gravações, em nenhum momento, pegaram o Paulinho falando: 'Pegaram a gente com a boca na botija'. Só tem indignação", disse Dagoberto (PDT-MS). O deputado afirmou que a única influência política exercida por Paulinho é em favor dos trabalhadores.

A representação contra Paulo Pereira da Silva, apresentada pela Corregedoria da Câmara e pelo Psol, foi arquivada ao fim da reunião, agora há pouco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)